Brasão da Prefeitura Municipal de São Pedro da Aldeia com fita azul dedicado ao mês de Novembro em razão da campanha Novembro Azul.

Trabalho e desenvolvimento

Banner: Processo Seletivo Simplificado da Secretaria de Saúd

Servidores da Secretaria de Educação aldeense participam de capacitação sobre o FUNDEB

Por Marianne Rodrigues em 12/03/2019
Imagem da Notícia: Profissionais do setor Financeiro da Secretaria de Educação de São Pedro da Aldeia participaram, nesta terça-feira (12), de um curso sobre o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (FUNDEB), no Rio de Janeiro. O assessor contábil da SEMED, Carlos Eduardo de Oliveira, e a equipe de Prestação de Contas, Luciana Amorim, Jamile Machado e Elizete Novaes, participaram da qualificação.

Profissionais do setor Financeiro da Secretaria de Educação de São Pedro da Aldeia participaram, nesta terça-feira (12), de um curso sobre o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (FUNDEB), no Rio de Janeiro. O assessor contábil da SEMED, Carlos Eduardo de Oliveira, e a equipe de Prestação de Contas, Luciana Amorim, Jamile Machado e Elizete Novaes, participaram da qualificação.



 A capacitação “FUNDEB: Arrecadação, Distribuição, Execução e Controle” é ofertada pela Escola de Contas e Gestão do Tribunal de Contas do Estado do Rio De Janeiro (TCE-RJ). O objetivo é compreender a origem, distribuição e aplicação dos recursos do FUNDEB no âmbito municipal, nos termos da legislação vigente, bem como formas de controle, acompanhamento dos gastos e a devida prestação de contas ao TCE-RJ. 



De acordo com o assessor contábil, Carlos Eduardo de Oliveira, a participação da equipe teve como objetivo proporcionar uma visão mais ampla do recurso do FUNDEB. “Agora temos uma melhor visão do que pode ser feito com esse dinheiro. Assim, fica mais fácil trabalhar essa verba, que é importantíssima para o município, e isso nos dá uma condição de planejar e executar melhor esse recurso, tendo um conhecimento mais amplo da forma que podemos usá-lo dentro da legislação vigente”, disse.