Brasão da Prefeitura Municipal de São Pedro da Aldeia com fita azul dedicado ao mês de Novembro em razão da campanha Novembro Azul.

Trabalho e desenvolvimento

Banner: Processo Seletivo Simplificado da Secretaria de Saúd

Terapias alternativas são utilizadas em Unidades de Saúde da Família em São Pedro da Aldeia

Por Renato Silveira em 20/07/2017
Imagem da Notícia: A Prefeitura de São Pedro da Aldeia, por meio da Secretaria de Saúde, vem investindo em terapias alternativas em algumas Unidades de Saúde da Família no município. Os pacientes não graves que necessitam de fisioterapia recebem, por meio do fisioterapeuta Jadson Madeira, do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf) o atendimento nas Unidades do Vinhateiro, Ponta do Ambrósio, São João II e Baixo Grande.

 

A Prefeitura de São Pedro da Aldeia, por meio da Secretaria de Saúde, vem investindo em terapias alternativas em algumas Unidades de Saúde da Família no município. Os pacientes não graves que necessitam de fisioterapia recebem, por meio do fisioterapeuta Jadson Madeira, do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf) o atendimento nas Unidades do Vinhateiro, Ponta do Ambrósio, São João II e Baixo Grande.

 

Uma das terapias utilizadas, a auriculoterapia serve para tratar até 200 sintomas do corpo pelos vasos e canais situados na orelha. Trata-se de uma técnica utilizada até os dias de hoje e serve para promover alívio das dores, enxaqueca, trata a insônia e também problemas e disfunções de caráter psicológico.

 

A usuária Maria de Fátima conta que, após o início da terapia, deixou de sentir dores em tarefas domésticas simples, como varrer a casa e outras.

 

“Sofria de dores na coluna e depois que iniciei a aplicação nos pontos da orelha, melhorei bastante”, afirmou.

 

O fisioterapeuta explica que a auriculoterapia só é aplicada em casos mais simples ou como complemento a fisioterapia tradicional.

Os casos graves são encaminhados ao Centro de Reabilitação.

 

“Trata-se de atenção básica, ou seja, estamos aplicando saúde preventiva ou complementar da curativa. Para alguns pacientes oferecemos terapias adicionais como florais e outros”, explicou.

 

Por ser uma técnica terapêutica, a auriculoterapia é indicada somente como uma alternativa complementar de tratamento, ou seja, ela auxilia o cliente com diagnóstico comprovado pela medicina tradicional a tratar sintomas das dores, ansiedade e depressão, além de outros sintomas passíveis de serem tratados com a técnica chinesa. Atualmente a técnica da auriculoterapia também tem sido utilizada para tratar problemas como ansiedade, vícios, para deixar de fumar e obesidade.

 

A auriculoterapia constitui da pressão de determinados pontos correspondentes da região da orelha. Essa pressão pode ser realizada com agulhas de acupuntura, laser e esferas magnéticas.

A Prefeitura aldeense vem também investindo em outras terapias alternativas, como desmedicalização com o uso de plantas medicinais, feitas por meio de acompanhamento psicológico.