Brasão da Prefeitura Municipal de São Pedro da Aldeia com fita azul dedicado ao mês de Novembro em razão da campanha Novembro Azul.

Trabalho e desenvolvimento

Banner: Processo Seletivo Simplificado da Secretaria de Saúd

Usuários do CAPS participam de atividades sociais

Por Gabrielly Costa em 02/06/2016
Imagem da Notícia: A Prefeitura de São Pedro da Aldeia, por meio da Secretaria de Saúde e do Programa Municipal de Saúde Mental, realizou mais uma edição do projeto “Arte na Praça” com usuários do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) e seus familiares. A iniciativa é realizada a cada dois meses, na Praça Dr. Plínio de Assis Tavares (Praça do Canhão). Os usuários do dispositivo também participaram da Semana da Luta Antimanicomial, celebrada nacionalmente no dia 18 de maio, realizada na Universidade Veiga de Almeida (UVA).

A Prefeitura de São Pedro da Aldeia, por meio da Secretaria de Saúde e do Programa Municipal de Saúde Mental, realizou mais uma edição do projeto “Arte na Praça” com usuários do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) e seus familiares. A iniciativa é realizada a cada dois meses, na Praça Dr. Plínio de Assis Tavares (Praça do Canhão). Os usuários do dispositivo também participaram da Semana da Luta Antimanicomial, celebrada nacionalmente no dia 18 de maio, realizada na Universidade Veiga de Almeida (UVA). 



Para a diretora do Programa de Saúde Mental, Rosemary Calazans Cypriano, a celebração da luta antimanicomial destaca a importância da ampliação do cuidado dentro do território. “Além da nossa participação na UVA, tivemos um dia especial no CAPS em celebração à Luta Antimanicomial, com roda de conversa e apresentação de um documentário sobre hospitais psiquiátricos, CAPS e residências terapêuticas, além de um filme sobre o Programa de Saúde Mental no município. Estamos responsáveis pelo cuidado de pessoas, que antes só tinham a internação como direção. Nesse dia, nós pudemos ouvir deles o quanto é importante mostrar que eles são bem representados e que todos têm voz”, destacou Rosemary.



Em alusão à Semana da Luta Antimanicomial, que tem como objetivo lembrar a mudança de paradigma no tratamento dado às pessoas que sofriam de doenças mentais, os usuários e funcionários do CAPS aldeense participaram de uma roda de conversa com alunos da Universidade Veiga de Almeida. O evento contou também com a presença de profissionais de Saúde Mental e de usuários do Centro de Atenção Psicossocial de Iguaba Grande. A iniciativa buscou discutir os desafios da reforma psiquiátrica e foi aberta à população. Na UVA, o dispositivo aldeense teve espaço para expor trabalhos realizados na Oficina de Artesanato.




De acordo com a coordenadora do dispositivo, Sara da Hora, cerca de 20 pessoas participam da oficina “Arte na Praça”. “Nosso objetivo é dar visibilidade à Saúde Mental e expor para venda os artesanatos realizados pelos usuários e familiares na Oficina de Geração de Renda. Nessa última edição, contamos com a participação de professora e alunos do curso de enfermagem da UVA”, explicou.



Primeiro da Baixada Litorânea, o CAPS de São Pedro da Aldeia funciona ao lado do Pronto Socorro Municipal, na Rua Waldir Lobo, s/nº, de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h. O objetivo do Centro é acolher pacientes com transtornos mentais graves e persistentes de forma intensiva ou em situações de crise psiquiátrica, evitando até o último momento a internação em clínica especializada. O CAPS funciona de forma intersetorial, trabalhando em rede com a Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, o Ministério Público, diferentes dispositivos da própria Secretaria de Saúde, entre outras instituições.