400 anos de são pedro da aldeia

É Tempo de Viver Bem

Usuários do CRAS Rua do Fogo participam de programação especial

Por Gabrielly Costa em 10/05/2017
Imagem da Notícia: O Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) Gelson Pinheiro, no bairro Rua do Fogo, preparou uma programação especial para seus usuários na última terça-feira (09). O dia teve início com uma roda de conversa com as usuárias em comemoração ao Dia das Mães. No período da tarde, foi a vez dos adolescentes da oficina “Grupo Galera em Alta” participarem de um bate-papo dinâmico sobre o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.

O Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) Gelson Pinheiro, no bairro Rua do Fogo, preparou uma programação especial para seus usuários na última terça-feira (09). O dia teve início com uma roda de conversa com as usuárias em comemoração ao Dia das Mães. No período da tarde, foi a vez dos adolescentes da oficina “Grupo Galera em Alta” participarem de um bate-papo dinâmico sobre o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.



Iniciando a programação do dia, a roda de conversa reuniu as participantes da oficina intergeracional, composta por mulheres acima de 29 anos, e população em geral.  Fazendo alusão ao Dia das Mães que acontece no próximo domingo (14), o encontro abordou questões de sexualidade, a mulher na terceira idade e o tema “Como você se entende como mulher”.



Já a palestra sobre o combate ao abuso e à exploração sexual infantil foi comandada pela psicóloga do Centro de Referência Especializado de Assistência Social do município, Kátia Simone, em parceria com a psicóloga do CRAS Rua do Fogo, Renata Sarmet. A coordenadora do CREAS, Melissa dos Santos, também esteve presente no encontro.



Segundo a coordenadora da unidade, Monique Teixeira, o evento contra o abuso e à exploração sexual foi destinado aos adolescentes que participam da oficina de música e grupos reflexivos, realizados todas as terças-feiras. “Temos um bom público de adolescentes aqui no CRAS, então é de extrema importância abordar essa temática para eles se conscientizarem. O equipamento é uma porta de entrada para eles trazerem essa demanda”, comentou.