Parceria entre secretarias de Assistência e Educação viabiliza entrega de cestas básicas

A Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos de São Pedro da Aldeia firmou uma parceria com a Secretaria Municipal de Educação e adquiriu os alimentos que seriam utilizados na merenda escolar. Todos os itens estão sendo utilizados para confecção de cestas básicas e direcionados às famílias mais vulneráreis do município.

Segundo a Secretária de Assistência Social e Direitos Humanos, Olívia Sá, as cestas estão sendo entregues ao público atendido pela Secretaria e as famílias afetadas economicamente pelo Coronavírus. “A demanda por cesta aumentou consideravelmente. Estamos trabalhando com as famílias que já atendíamos e com as que tiveram suas vidas financeiras afetadas pela pandemia. São pessoas que, no momento, não estão trabalhando, passam por dificuldades e nos procuram. É válido esclarecer que esses alimentos estão chegando a muitos alunos da rede municipal, pois são filhos de pais que, atualmente, tiveram as finanças afetadas”, informou.

Ainda de acordo com Olívia, esta distribuição de alimento complementar foi possível após a parceria com a Secretaria de Educação. “São alimentos que estavam estocados para atender a rede escolar na oferta de merenda. Para evitar que os alimentos passassem da validade, devido à suspensão das aulas, a SASDH firmou uma parceria com a Educação e adquiriu esses produtos. Dessa maneira podemos, de forma mais ativa, atender à população.  É a Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos quem trabalha com as famílias mais vulneráveis, por isso, vamos destinar os alimentos de acordo com as necessidades”, explicou Olívia.

De acordo com a Secretaria de Assistência Social, a distribuição das cestas está seguindo todos os critérios exigidos, com avaliação técnica, sem deixar de atender aos que necessitam.  O público beneficiado é composto por idosos, mães chefes de famílias, gestantes, dentre outros. Todos são cadastrados e tem o olhar do profissional técnico do território, ou seja, do CRAS. “As demandas são imediatamente avaliadas e atendidas”, informa a secretária.

Fechar Acessibilidade