São Pedro da Aldeia adere e incentiva empresas a conquistarem selo de Turismo Consciente

A Prefeitura de São Pedro da Aldeia aderiu ao programa Turismo Consciente, organizado pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro para a retomada gradual e responsável da atividade turística. Além de cadastrar seus atrativos turísticos, a Secretaria Adjunta de Turismo está incentivando empresas aldeenses deste setor a se cadastrarem no portal www.turismoconscienterj.com.br para receberem a certificação. O programa estabelece uma série de regras que devem ser cumpridas na operação turística pós-pandemia coronavírus. A empresa que estiver consciente da nova realidade e apta a receber visitantes com segurança será contemplada com um selo.

Renato Fulgoni

De acordo com o secretário adjunto de Turismo, Luiz Carlos Rocha, o setor só poderá ser aberto com segurança, obedecendo a todos os protocolos de segurança, o que poderá ser verificado pelos potenciais visitantes com o cadastro no site.

“Acreditamos que uma abertura total, como a que desejamos, só será possível com uma vacina. Enquanto isso não acontece, vamos nos preparando para um retorno parcial, que ainda não sabemos como e quando será e o cadastro nesse site é um começo” acredita.

As empresas que se cadastrarem poderão obter o Selo Turismo Consciente RJ, elaborado pelas Secretarias de Estado de Turismo e Saúde, que será entregue a quem adotar em suas rotinas as recomendações sanitárias.

Cadastro

De acordo com a turismóloga Kátia Santos, o governo municipal fará o cadastro das atrações turísticas públicas. Atrativos privados, como Casa dos Azulejos, Igreja Matriz e outros deverão ter seus cadastros realizados por seus administradores e/ou proprietários.

Segundo Kátia, a Secretaria irá fazer o convite/chamamento a todos os setores que estão inseridos no site, tais como meios de hospedagem, bares, restaurantes, agências de viagem, organizadores de eventos, guias de turismo, transporte turístico e espaços para evento.

“Ao abrir o site, é apresentado o “Manual com os 10 mandamentos para o Turismo Consciente” e logo abaixo as abas “sou empresa” e “sou turista” onde devem ser colocadas as informações que garantam o selo”, explicou.

Para que as atividades sejam retomadas de forma segura, é preciso que sejam respeitadas as regras de distanciamento mínimo de 1,5 metro, uso de EPI´s e material de higienização. Será necessária também a capacitação das equipes para a nova realidade e testagens periódicas.

Os estabelecimentos interessados devem se cadastrar, atestando, por autodeclaração, que se comprometem a cumprir todos os critérios estipulados. A ideia é ter disponível, no site, informações rápidas e diretas para que o público consumidor identifique, em cada localidade, quais prestadores de serviços turísticos estão, rigorosamente, cumprindo as regras impostas.

Fechar Acessibilidade