Os servidores da Prefeitura de São Pedro da Aldeia, que irão trabalhar de forma voluntária na eleição dos novos conselheiros tutelares do município, participaram de uma capacitação nesta sexta-feira (13). Os 110 profissionais, que serão alocados nos 17 polos de votação, receberam orientações acerca do processo. O encontro foi conduzido pela presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), Luciana Oliveira, a promotora da Infância e Juventude, Paula Marques, e o chefe do cartório eleitoral aldeense, Ricardo Costa.

Foto: Renato Fulgoni

A presidente do CMDCA deu boas-vindas a todos, agradeceu pela presença e destacou a relevância do momento. “O mais importante é fazer esses servidores entenderem que o fato de trabalharem no dia é muito mais do que simplesmente trabalhar, é garantir que a gente tenha conselheiros tutelares no nosso município atendendo as nossas crianças, no que diz respeito à garantia de direitos”, salientou Luciana Oliveira.

Foto: Renato Fulgoni

A capacitação foi dividida em três momentos. A primeira etapa foi ministrada pela presidente Luciana, que abordou o papel do Conselho Tutelar, a importância da votação e todo o processo realizado até o momento em prol da eleição. Foram discutidos, ainda, detalhes referentes à logística do trabalho voluntário, como benefícios, transporte, horários e alimentação.

Foto: Renato Fulgoni

Em seguida, foi a vez da parte prática com os servidores do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), orientando sobre a arrumação da seção e toda metodologia didática do dia da votação. O treinamento com a urna de lona foi realizado pelo chefe do cartório eleitoral de São Pedro da Aldeia, Ricardo Costa, que compareceu ao evento acompanhado da chefe substituta Monica Bispo.

Foto: Renato Fulgoni

“A gente tem que se empenhar para trabalhar com bastante transparência, ética, retidão e moral; sei que já é de conhecimento de todos, mas estamos aqui para enfatizar isso. Acredito que vocês vão enfrentar uma eleição bem tranquila, sem muito estresse e utilizando urna de lona. Cinco dessas urnas são nossas e 26 são de Nova Iguaçu”, explicou Ricardo Costa.

Foto: Renato Fulgoni

Na oportunidade, os servidores puderam esclarecer dúvidas a respeito do processo eleitoral. A votação, que contará com o apoio de 36 Guardas Municipais, acontece no dia 06 de outubro, das 8h às 17h. Ao todo, 18 candidatos concorrem às cinco vagas de membros titulares para o quadriênio 2020/2023. Poderá participar da votação qualquer cidadão maior de 16 anos, eleitor do município.

Foto: Renato Fulgoni

O respaldo legal em relação ao processo eleitoral foi abordado pela promotora da Infância e Juventude, Paula Marques, que enfatizou o cuidado com as cédulas e a verificação dos nomes dos eleitores para garantir a lisura do processo. “Estarei presente no dia das eleições, fiscalizando; vou passar por todos os locais de votação e terei o apoio da equipe do Ministério Público. Como é uma eleição que vai ser por cédula, é muito importante que aquelas não utilizadas sejam devidamente guardadas, porque faremos a conferência no final. Espero que a eleição tenha bastante transparência e seja tranquila”, comentou.

Foto: Renato Fulgoni

Encerrando o encontro, a conselheira do CMDCA e membro da Comissão de Organização do processo eleitoral, Maria Regina Silveira, enalteceu o papel do conselheiro tutelar. “A figura do conselheiro tutelar para nós, enquanto município, é de extrema importância, porque ele é aquela pessoa que vai estar buscando defender crianças e adolescentes que, muitas vezes, poderão estar em estado cruel de vulnerabilidade. A gente precisa colocar pessoas que realmente queiram mudar essa realidade”, afirmou.

Os interessados devem comparecer ao local referente às suas respectivas seções eleitorais portando título de eleitor e um documento de identificação oficial com foto. O voto é facultativo. Clique aqui para acessar os polos de votação.

Comentários estão desabilitados

Fechar Acessibilidade