O último fim de semana foi movimentado no Horto Escola Artesanal, em São Pedro da Aldeia. No último sábado (28), o espaço recebeu a segunda edição do Almoço Pet Beneficente. O evento atraiu cerca de 100 pessoas para uma tarde de gastronomia, música ao vivo e muita solidariedade em prol da causa animal. A iniciativa foi uma realização do Grupo Unidos Pelos Animais Sem Proteção (UASP) e contou com o apoio da Secretaria de Agricultura, Trabalho e Pesca.

Foto: Divulgação UASP

O secretário responsável pela pasta, Dimas Tadeu, esteve presente na programação festiva. “Ficamos felizes em apoiar mais uma ação beneficente do Grupo Unidos Pelos Animais Sem Proteção. O intuito foi reunir os voluntários e também motivar a população a colaborar com esse trabalho. São ajudas que vão desde o tratamento de animais de rua, até o custeio de hospedagem de animais que muitas vezes estão doentes, debilitados e precisando de algum tratamento ou alimento. Agradecemos também aos colaboradores e a todas as pessoas envolvidas nesse evento. Estaremos sempre de portas abertas para os protetores de animais”, destacou.

Foto: Divulgação UASP

O cardápio do dia ofereceu opções de cozido e feijoada. A programação contou, ainda, com música ao vivo, bazar solidário, venda de rifa e sorteio de brinde para os participantes. Todo o valor arrecadado será direcionado a despesas de hospedagem e castração.

Foto: Divulgação UASP

A presidente do UASP, Helen Eduardo, falou sobre a iniciativa. “Gostaria de agradecer toda a população de São Pedro da Aldeia e das regiões adjacentes pela presença no nosso 2º Almoço Pet Beneficente e também à Secretaria de Agricultura pelo apoio. O secretário Dimas é uma pessoa super acolhedora e um excelente administrador; é a segunda vez que a Secretaria nos cede o espaço do Horto Escola e essa parceria tem sido muito positiva. A ideia foi proporcionar um momento de confraternização, em que as pessoas pudessem se divertir e ao mesmo tempo ajudar essa causa. Foi muito produtivo e os bichinhos agradecem”, disse.

Foto: Divulgação UASP

Atualmente, cerca de 25 gatos e quatro cachorros recebem assistência do grupo, por meio das chamadas “casas solidárias” ou em abrigos particulares. “Toda a ajuda e o valor que chega são muito bem-vindos, já estamos em produtividade e essa semana estaremos fazendo a prestação de contas na nossa página na internet. Com o valor arrecadado no Almoço, conseguimos fazer o pagamento da hospedagem e o transporte de um dos animais, o Pirata, que agora está em um lar temporário. Ele e mais três cadelinhas que vivem na rua estão disponíveis para adoção responsável, todos já castrados”, salientou.

Além de agendamentos para castração popular, em parceria com a iniciativa privada, o grupo realiza diversos trabalhos voluntários de conscientização, promoção de feiras de adoção, vacinação e também oferece suporte a protetores de baixa renda. Mais informações sobre o trabalho do grupo e os animais disponíveis para adoção podem ser obtidas pelo número (22) 99830-8904, via WhatsApp, ou na página do Facebook. Clique AQUI para acessar.

Fechar Acessibilidade