Alunos da Escola Quilombola participam de oficinas no Horto Escola

A Secretaria de Educação de São Pedro da Aldeia, por meio da Coordenação de Educação do Campo, em parceria com a Secretaria de Agricultura, Trabalho e Pesca, promoveu uma visita de alunos municipais ao Horto Escola Artesanal, localizado no bairro Balneário das Conchas. Os estudantes do 3º ano da Escola Municipal Quilombola Dona Rosa Geralda da Silveira, no bairro Botafogo, participaram da ação. Os alunos estavam acompanhados pela diretora da unidade, Rafaela Muniz, a professora da turma, Milena Agualuza, a inspetora de aluno, Soraia de Casia, e pela cuidadora de aluno especial, Inez Lopes. O coordenador de Educação do Campo, Ubirajara Ramos, também esteve presente durante toda ação.

Foto: Lílian Souza
Foto: Lílian Souza

 De acordo com a diretora da unidade escolar, Rafaela Muniz, a atividade faz parte do planejamento da escola em relação ao resgate cultural, abordando a questão da plantação, que é muito importante na localidade. “Dando prosseguimento as ações em alusão ao início da Primavera e Dia da Árvore, a turma do terceiro ano veio aprender a plantar. Saindo daqui, vamos colocar em prática na unidade escolar, fazendo o jardim e plantação de árvores também. Ver os olhinhos deles brilhando e a emoção em estar fazendo o que aprenderam em sala de aula é muito importante”, disse.

Foto: Lílian Souza

 A ação é uma parceria entre a Educação e a Secretaria de Agricultura, que visa levar os alunos das escolas municipais do campo, de 15 em 15 dias, para trabalhar a reciclagem, fazendo vasos de plantas de garrafa pet e o próprio plantio. Na ocasião, os alunos participaram de oficinas de reciclagem e atividades práticas de plantio, ministradas pelo secretário de Agricultura, Dimas Tadeu.

Foto: Lílian Souza
Foto: Lílian Souza

 “O nosso trabalho com as escolas é para eles terem uma vivência de como funciona produzir e cuidar de uma muda de planta. A proposta é que todos saiam daqui com essa planta semeada para cultivarem em casa, com foco na reciclagem. É uma vivência dessa experiência de preparar terra, semear, cuidar do que tem, além de conhecer o espaço”, destacou Dimas Tadeu.

Foto: Lílian Souza

 Os estudantes aprenderam sobre reciclagem e reutilização de objetos, utilizando garrafas pet, receberam conhecimentos sobre a terra utilizada, cultivo, semeadura e sobre o desenvolvimento das plantas. Os alunos levaram mudas de plantas para casa.

Foto: Lílian Souza

 A aluna do 3º ano, Ana Carolina Rosa, de nove anos de idade, falou sobre a experiência. “Achei muito legal, já estávamos trabalhando o assunto na escola e queríamos conhecer essa parte das plantas, do solo. Eu já tinha plantado muda, porque minha bisavó faz muito isso com a gente e eu adoro”, comentou.           

Foto: Lílian Souza

  A professora da turma, Milena Agualuza, falou sobre a iniciativa.  “Comecei a fazer um trabalho sobre a preservação da Natureza, que foi desencadeando outros assuntos. Estudamos sobre a importância do solo, a plantação como resgate da cultura quilombola. Resolvemos marcar esse encontro extraclasse para poder reproduzir na escola, porque nosso objetivo é fazer um a horta e o jardim lá”, salientou.

Comentários estão desabilitados

Fechar Acessibilidade