O último sábado (05) foi movimentado em algumas unidades escolares de São Pedro da Aldeia. As programações especiais envolveram alunos e responsáveis, além de funcionários das escolas. A equipe pedagógica da Secretaria de Educação acompanhou as atividades.

Foto: Divulgação | SEMED

A Creche M. Tia Márcia, no bairro Poço Fundo, comemorou chegada da Primavera. A programação contou com comidas típicas, decoração festiva, funcionários vestidos a caráter e muita música. Na ocasião, foi feita a exposição artística “A beleza das flores”, onde toda comunidade local pôde apreciar os trabalhos feitos pelos alunos com o auxilio dos professores. A supervisora pedagógica, Fernanda Sotero, e a orientadora escolar, Karla Regina, prestigiaram a festividade.

Foto: Divulgação | SEMED

O ápice da festa foi o desfile, onde os alunos se apresentaram em roupas de passeio e trajes de banho. Os reis e rainhas foram eleitos pelo público presente neste momento, de acordo com o desempenho na passarela. Os estudantes que venderam mais rifas também foram coroados como realeza da primavera.

Foto: Divulgação | SEMED

A dirigente de turno, Valdineia Macedo, falou sobre o evento. “A razão para o sucesso da festa foi o comprometimento dos funcionários, a participação ativa dos responsáveis e uma direção muito competente, exercida pela diretora Rosângela Santos”, ressaltou.

Foto: Divulgação | SEMED

Já na Escola Municipal Jamila Mota da Silva, no bairro São João, foi feita a culminância do projeto “Quem conta um conto, aumenta um ponto”. Foram expostos trabalhos feitos pelos alunos, abordando a temática do projeto das turmas das professoras de R1, R2, recreação e artes. A Creche M. Dona Chica, no Morro do Milagre, promoveu a culminância do mesmo projeto, que foi trabalhado em todas as unidades que ofertam Educação Infantil.

Foto: Divulgação | SEMED

“Histórias ensinam novas palavras, fazendo com que as crianças vivam uma etapa decisiva na sua formação intelectual e emocional. Na idade dos nossos alunos, a leitura de histórias desenvolve o raciocínio, estimula a formação de opinião e amplia horizontes. As histórias também fortalecem a ligação entre o adulto que lê e a criança que escuta”, destacou a diretora, Tatyana Canellas.

Foto: Divulgação | SEMED

Na Creche Municipal Comunitária Tia Fátima, no Campo Redondo, foi feita a culminância do projeto “O nosso saber tem sabor de?”. Os estudantes participaram de brincadeiras, contação de histórias, diversidade textual, dramatizações, jogos para interagir com os pais e apresentações. Além disso, foi feito um bazar, aberto a toda comunidade local. A festividade contou com a presença da supervisora pedagógica, Sônia Araújo. Já na Escola Municipal Professora Mirian Alves de Macêdo Guimarães, no bairro Fluminense, os estudantes  do 6º ao 9º ano participaram de jogos e atividades envolvendo números e logísticas, com a Olimpíada de Matemática.

Foto: Divulgação | SEMED

Na Escola Municipalizada Elízio da Costa Moreira, no bairro Três Vendas, aconteceu o projeto “Futuro cidadão com a Guarda Municipal”, em parceria com a Guarda Municipal de São Pedro da Aldeia. O GM Gonçalves ensinou para os alunos a importância de se comportar no trânsito, como pedestre. Os estudantes receberam um material lúdico sobre o assunto.

Foto: Divulgação | SEMED

A diretora da unidade escolar, Roberta Lopes, falou sobre o momento. “Foi um dia muito especial, pois as nossas crianças, que acabam ficando distantes no que se refere ao acesso à informação, puderam receber a presença do Guarda Gonçalves, o responsável pela ronda local, que trouxe a importância de se comportar no trânsito como pedestre. Ele despertou nos estudantes a consciência, em uma linguagem lúdica, com brincadeiras, em um momento de descontração”, disse.

Foto: Divulgação | SEMED

Na ocasião, também foi feita uma roda de conversa com os pais de alunos. A equipe de assessoramento pedagógico (Orientação Educacional e Supervisão Pedagógica) discutiu sobre as atribuições e importância de cada cargo. A conversa foi conduzida pelo orientador educacional, Gerliton Melo, e pela supervisora pedagógica, Fátima Guido. 

Foto: Divulgação | SEMED

“Com a roda de conversa, os responsáveis puderam tirar algumas dúvidas e entenderam o papel de cada profissional. Foi uma oportunidade muito esclarecedora para a comunidade local. A ação foi positiva, pois nossos alunos estão vivendo experiências maravilhosas, o que vai refletir no desenvolvimento deles”, finalizou a diretora Roberta.   

Foto: Divulgação | SEMED

Comentários estão desabilitados

Fechar Acessibilidade