Categorias

Assistência Social e Conselho do Idoso alertam sobre golpes na quarentena

Em tempos de pandemia e de isolamento social, a Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos e o Conselho Municipal dos Direitos do Idoso de São Pedro da Aldeia (CMDI) alertam à população sobre alguns tipos de golpes que podem ser aplicados, principalmente em pessoas da terceira idade. Os golpistas podem aplicar golpes virtuais, por telefone ou até mesmo presencialmente, visitando as residências. Independentemente da situação, as denúncias podem ser efetuadas pelo disque 100 ou pelo telefone da SASDH (22) 26474550.

 De acordo com o Presidente do Conselho Vinícius Lavalle, principalmente na quarentena, é preciso de ficar atento a todas as propostas e visitas. “Em época de isolamento social, nossos idosos estão cada vez mais fragilizados, a mercê de situações que podem os colocar em risco. Por isso, queremos alertá-los para golpes que podem ocorrer por redes sociais, por ligações e até mesmo por visitas nas casas. É importante desconfiar de todas as ofertas que são feitas e todas as informações que são solicitadas”, explicou.

 A Secretária Executiva do CMDI, Jacqueline Fernandes, informa que os idosos devem ficar atentos às pessoas que se apresentam até mesmo como profissionais da saúde. “Pedimos para que atenção seja redobrada, para não abrir o portão se não tiver certeza que realmente se trata de um profissional. Temos conhecimento de que em algumas cidades golpistas se apresentaram de uniformes, mas não eram técnicos da área. Felizmente isso ainda não aconteceu em São Pedro da Aldeia, mas é importante ficar alerta”, falou.

Os representantes do Conselho também chamaram atenção para golpes que surgem a partir de ligações que se identificam como sendo de instituições bancárias, links enviados por WhatsApp, pedidos de doações, entregas de motoboy sem solicitação, dentre outros. “Contamos com ajuda de toda a sociedade para juntos fazermos uma corrente do bem. Por meio de denúncia de toda e qualquer situação que pareça suspeita”, solicitou Jaqueline.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email
Fechar Acessibilidade