Aulão de zumba e alongamento marca Outubro Rosa na Escola de Artes

Em homenagem ao Outubro Rosa, a Escola de Artes Municipal promoveu um aulão de zumba e alongamento ao ar livre, voltado às mães e alunas da unidade escolar. As atividades reuniram as turmas das oficinas de Pilates Solo, Alongamento e Dança Ritmos. Mais de 40 mulheres participaram da programação, que aconteceu na última sexta (25) e terça-feira (29), nos períodos da manhã e noite, respectivamente. A ação teve como proposta chamar a atenção para a prevenção do câncer de mama e a importância da prática de atividade física regular.

Foto: Jefferson Viana

A diretora da Escola de Artes, Samanta França, falou sobre a iniciativa. “Temos buscado muito a interação da família com a Escola e esse ano tem sido bem surpreendente. É o primeiro ano que a Escola oferece mais opções de oficinas para o público feminino adulto, atraindo as mães que estão vindo não só para trazer os seus filhos, mas também para fazer uma atividade. As mães também precisam de atenção, de cuidado com a saúde e a gente fica muito feliz de poder oferecer essas aulas para elas”, destacou.

Foto: Jefferson Viana

A programação do Outubro Rosa na Escola de Artes ofereceu, ainda, lanche coletivo para todas as participantes. As atividades tiveram como público-alvo mulheres de todas as idades, inscritas ou não nas oficinas, e as alunas também puderam levar convidadas.

Foto: Jefferson Viana

O aulão foi conduzido pela instrutora das turmas e professora de Educação Física, Daniela Barreto. “A gente achou interessante que a Escola estivesse inserida na proposta de prevenção e conscientização do Outubro Rosa. A ideia foi mostrar para elas que a atividade física é um dos fatores preventivos do câncer e também integrar o público sobre as atividades que acontecem na Escola”, complementou.

Foto: Jefferson Viana

Acompanhada pela filha Beatriz, de nove anos, a aluna Patrícia Bessa foi uma das participantes do “Aulão Rosa”. “Iniciativas como essa são muito bacanas porque atividade física é saúde e essa tem que ser a nossa maior preocupação, em primeiro lugar. E, depois, tem a questão da socialização na Escola; é um momento em que todas se reúnem e se envolvem para um bem comum”, comentou.

Foto: Jefferson Viana
Fechar Acessibilidade