Categorias

Defeso da Lagoa de Araruama é tema de encontro em São Pedro da Aldeia

Os secretários municipais de Governo, Eronildes Bezerra, de Ambiente, Lagoa, Pesca e Saneamento, Luciano Pinto, e de Agricultura, Abastecimento, Trabalho e Renda, Dimas Tadeu, participaram de um encontro em alusão à abertura do período defeso de espécies da Lagoa de Araruama. Realizado nesta quarta-feira (31), no Departamento de Pesca de São Pedro da Aldeia, o encontro foi promovido pelo Consórcio Intermunicipal Lagos São João (CILSJ) e o Comitê de Bacia Hidrográfica Lagos São João.

Foto: Renato Fulgoni

A iniciativa reuniu representantes dos cinco municípios que são banhados pela Lagoa de Araruama, incluindo agentes das Guardas Ambientais e representantes estaduais. O defeso tem início no dia 01 de agosto e segue até 31 de outubro, período em que estão proibidas a pesca artesanal e a esportiva nas cidades da Região dos Lagos que são banhadas pela laguna, visando a proteção e reprodução das espécies.

Foto: Renato Fulgoni

Durante o encontro, o secretário de Governo aldeense, Eronildes Bezerra, conversou com os pescadores da cidade que compareceram ao evento. “Só quem vive da pesca entende o que é a pesca, então nós ouvimos as demandas dos pescadores e na terça-feira haverá um novo encontro com eles na Prefeitura. Esse é o momento de estarmos unidos e buscando o bem da lagoa”, comentou.

Foto: Renato Fulgoni

Na ocasião, o CILSJ e o Comitê de Bacia Hidrográfica Lagos São João anunciou um suporte às Guardas Ambientais que atuarão no entorno da Lagoa de Araruama durante o período de defeso. As Prefeituras de São Pedro da Aldeia, Cabo Frio, Arraial do Cabo, Iguaba Grande e Araruama irão receber alimentação, materiais de trabalho e proteção, além de combustível, que serão utilizados pelos fiscais. Para esse apoio, o Comitê aprovou o montante de R$71,1 mil do Fundo de Recursos Hídricos (FUNDRHI). A proposta de separação do defeso em duas partes, sendo um período exclusivo para o camarão e outro para as demais espécies, também foi pauta do encontro.

Foto: Renato Fulgoni

O Defeso da Lagoa de Araruama segue os moldes da Instrução Normativa Interministerial MPA/MMA nº 02, de 13 de março de 2013. O apoio à fiscalização do defeso será feito de forma integrada pelas guardas ambientais das cinco cidades, por meio de um termo de cooperação assinado entre os municípios. A fiscalização para o cumprimento da Lei Federal será feita pela Unidade de Policiamento Ambiental (UPAm), da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro. 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email
Fechar Acessibilidade