Prefeito Cláudio Chumbinho acompanha alunos do bairro Recanto do Sol em visita à Justiça Federal

O prefeito Cláudio Chumbinho acompanhou os estudantes da Escola M. Antônio Vaz da Silva, localizada no bairro Recanto do Sol, à sede da Justiça Federal, nesta quarta-feira (23). Os alunos participaram do projeto “Espelho para o futuro”, idealizado pela juíza federal da 2ª Vara de São Pedro da Aldeia, Dra. Mônica Nascimento, por quem os jovens foram recebidos. Também acompanharam a atividade os secretários de Governo e de Educação, Eronildes Bezerra e Alessandro Teixeira Knauft, respectivamente, além da diretora da unidade escolar, Denise Alves, e professores das turmas. Cerca de 50 alunos do 8º e 9º ano participaram da ação. 

Foto: Lílian Souza

O prefeito Cláudio Chumbinho comentou a iniciativa. “É importante que nossas crianças e jovens tenham uma formação sócio-educacional; a criação de uma consciência de cidadania, direitos e deveres contribui para o desenvolvimento de grandes cidadãos no futuro. Com essas visitas e participações fora da sala de aula, os alunos ganham a oportunidade de absorver conhecimento sobre diversas esferas de poder. É gratificante ver crianças se empenhando na busca de novos ensinamentos, espero que daqui a alguns anos essa experiência possa refletir de forma positiva na vida de cada um deles”, disse.

Foto: Lílian Souza

O projeto tem o objetivo de despertar reflexões sobre o exercício da cidadania, fornecer subsídios para possíveis escolhas acadêmicas e apresentar aos jovens experiências de modo a servir de espelho, proporcionando uma visão realista, com exemplos de superação, e a certeza de alcançarem seus maiores objetivos de vida, sempre se pautando na legalidade e no bem ao próximo.

Foto: Lílian Souza

A juíza federal e também professora, Dra. Mônica do Nascimento, contou sobre sua história de vida, experiências e realidades do passado até alcançar o posto que exerce atualmente, enfatizando a importância do estudo e de escolhas corretas. Através do exemplo, a juíza demonstrou aos estudantes que, apesar das dificuldades, o estudo e o esforço podem levá-los à realização de seus sonhos.“O meu objetivo com esse projeto é servir de modelo, ser espelho, mostrar para os jovens como é importante fazer as escolhas certas. Um dia eu estive em uma condição de vulnerabilidade como a deles em relação à situação financeira, morando em uma área violenta e carente, estudando em escola pública. A minha intenção é passar uma mensagem de superação, que os estereótipos são errados, que nem sempre o estado é opressor e que todos os magistrados são elite. É possível vencer as dificuldades, desde que você tenha um foco, disciplina, fé em algo e respeito ao próximo”, destacou.

Foto: Lílian Souza

Na ocasião, outros profissionais se apresentaram, contando um pouco de suas histórias de vida e atribuições dos cargos, como oficiais de justiça, advogados e policiais militares. Durante o encontro, os profissionais apresentaram esquetes sobre suas profissões. Os alunos conheceram o prédio da Justiça Federal, o gabinete da juíza e a sala de audiência, entre outros espaços. 

Foto: Lílian Souza

O presidente da 48ª subseção da Ordem de Advogados do Brasil (OAB), em São Pedro da Aldeia, Neemias Lima, também marcou presença no evento.

Foto: Lílian Souza
Fechar Acessibilidade