Prefeito Cláudio Chumbinho e secretária de Saúde se reúnem com secretário estadual

O prefeito Cláudio Chumbinho e a secretária municipal de Saúde, Francislene Casemiro, se reuniram nesta sexta-feira (30) com o secretário estadual da pasta, Edmar Santos. O encontro aconteceu na sede da Secretaria Estadual de Saúde (SES), no Rio de Janeiro, e contou ainda com a presença da subsecretária estadual de Gestão da Atenção Integral à Saúde, Mariana Scardua, e a superintendente Renata.

O prefeito Cláudio Chumbinho falou sobre a oportunidade de se reunir com o secretário estadual. “O Governo do Estado sempre foi um grande parceiro de São Pedro da Aldeia, na Saúde não poderia ser diferente. Conto com um secretariado técnico em minha gestão, por isso, eu e a secretária Francislene estivemos na sede da Secretaria Estadual para discutir novas parcerias e expor as necessidades do município ao secretário Edmar Santos. Nossa busca é para que São Pedro da Aldeia ofereça uma Saúde cada vez melhor; trabalhamos diariamente para que isso aconteça, cientes das dificuldades financeiras que o Estado e os municípios fluminenses estão passando”, afirmou.

Secretária municipal de Saúde e vice-presidente regional do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Estado do Rio de Janeiro (Cosems), Francislene Casemiro falou sobre o encontro.

“Nos reunimos com o secretário Edmar Santos com o objetivo de estreitar ainda mais os laços entre São Pedro da Aldeia e a Secretaria Estadual de Saúde. Entre os assuntos abordados na reunião discutimos o perfil pediátrico da Unidade de Pronto Atendimento 53, que fica em nosso município. O prefeito Cláudio Chumbinho pôde agradecer diretamente o apoio do Governo do Estado. Também falamos sobre o Consórcio municipal de Saúde, atendimentos no Pronto-Socorro Municipal e outras melhorias para a Saúde. É importante que os municípios estejam sempre presentes, apontando a real situação de cada cidade. Para que o sistema de saúde funcione da melhor forma, precisamos nos unir em busca de uma saúde funcional e humanizada para a população”, destacou.

Comentários
Fechar Acessibilidade