Retorno das aulas é tema de reunião virtual de secretários de educação

O secretário aldeense, Alessandro Alessandro Teixeira Knauft, acredita que volta às aulas não cabe no ano letivo de 2020

Para compreender a realidade da Educação no Rio de Janeiro mediante ao cenário de pandemia, o Secretário Estadual de Educação, Pedro Fernandes, se reuniu em ambiente virtual na última quarta-feira (26/08), com os secretários dos 92 municípios cariocas. O gestor da pasta em São Pedro da Aldeia, Alessandro Teixeira Knauft, acompanhou o encontro juntamente à subsecretária, Edna Lucena, e também a Coordenadora Pedagógica, Daiana Quintanilha.

A reunião, que foi aberta com a fala da Stella Correa, vice-presidente da UNDIME (União dos Dirigentes Municipais de Educação), teve como pauta principal as incertezas sobre a volta às aulas e todas as questões que envolvem a segurança dos alunos e servidores.

Para o secretário Estadual, as decisões tomadas nos municípios devem ser acatadas, pois cabe a cada um a decisão da volta de acordo com os critérios de cada cidade. Para Alessandro, as questões vão além de pensar somente na Educação, pois a retomada das aulas, nesse momento, prejudicaria a estrutura da saúde, devido ao aumento de atendimentos e causando um possível colapso nas unidades hospitalares das cidades. Para o secretário de São Pedro da Aldeia, a realidade da volta às aulas não cabe para o ano letivo de 2020.

Durante a reunião, Pedro Fernandes falou das possibilidades que já rondam o cenário das escolas estaduais, tendo como uma das opções, a volta da parte administrativa e atendimentos pontuais, três vezes durante a semana, aos alunos que não possuem acesso à internet. O posicionamento gerou dúvidas entre os secretários, que perguntaram como seria a realidade das famílias, caso uma criança fosse atendida na Rede Municipal, que está paralisada, e outra na Rede Estadual, que pretende voltar de forma parcial, e que deveria ter um consenso entre ambas para as decisões que forem tomadas.

Entendendo que muitas questões ainda precisam ser analisadas, a UNDIME agendará uma nova reunião entre os secretários municipais e a Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro para que seja analisado o impacto do decreto estadual publicado no dia 19/08. O decreto estabelece normas para a retomada das aulas presenciais para o ensino privado e também para o ensino estadual, incluindo universidades.

Fechar Acessibilidade