Roda de conversa alerta sobre prevenção do câncer de mama em São Pedro da Aldeia

Categorias

Roda de conversa alerta sobre prevenção do câncer de mama em São Pedro da Aldeia

A Casa do Artesão em São Pedro da Aldeia recebeu, na última sexta-feira (18), uma roda de conversa sobre prevenção do câncer de mama. O encontro foi conduzido pela fisioterapeuta oncológica e voluntária, drª. Márcia Brandão, que abordou as técnicas do autoexame, dicas de nutrição, dados estatísticos, principais sintomas e fatores de risco. A programação integra a campanha Outubro Rosa e é resultado de uma parceria entre a Prefeitura, por meio da Secretaria Adjunta de Cultura, e o grupo “Amigas da Mama”.

Foto: Jefferson Viana

A diretora municipal de Cultura, Rosângela Guimarães, acompanhou de perto a atividade na Casa do Artesão. “Essa parceria com as ‘Amigas da Mama’ já tem três anos, mas esse ano elas ampliaram a programação com palestras e rodas de conversa toda a semana, trazendo diversas profissionais. Essas palestras estão servindo para mostrar às mulheres que o câncer de mama não é o fim do mundo e que é importante mudar a visão sobre prevenção, enfrentamento e tratamento da doença”, disse.

Foto: Jefferson Viana

Com auxílio de recursos audiovisuais, a fisioterapeuta oncológica e especialista em câncer de mama, Márcia Brandão, falou sobre a definição do câncer, como surge, os fatores genéticos, a importância dos exames de rotina e da prevenção primária por meio da adoção de um modo de vida saudável, evitando a exposição a substâncias que podem ser causadoras de câncer, como o consumo de produtos ultraprocessados, drogas, tabagismo e bebida alcoólica em excesso, além do sedentarismo.

Foto: Jefferson Viana

“Não adianta a gente só mostrar para as mulheres que elas precisam fazer a mamografia e o exame do toque, porque isso já é na detecção. A ideia é abordar antes de se chegar ao ponto de se detectar alguma coisa no seio. Muitas pesquisas foram feitas demonstrando que as causas hereditárias existem, mas hoje são uma parcela pequena em relação aos fatores ambientais, que é o que a gente pode mudar. Isso inclui uma alimentação saudável, a prática regular de atividade física e as consultas médicas periódicas. São atitudes que ajudam bastante a prevenir não só o câncer de mama, mas outros tipos de câncer”, salientou a fisioterapeuta oncológica.

Foto: Jefferson Viana

Na oportunidade, a especialista falou sobre os dados estimados de incidência do câncer de mama, do Instituto Nacional de Câncer (INCA), que é de 59.700 novos casos até 2020. “É importante lembrar que o ‘Outubro Rosa’ é só um marco, mas são 365 dias no ano que a gente precisa se cuidar. Que cada uma de nós possamos ser replicadoras, porque quanto mais informações as pessoas tiverem, menos doentes a gente vai ter e, quem sabe, poderemos diminuir essa estatística no Brasil”, destacou Márcia.

Foto: Jefferson Viana

Durante a roda de conversa, a profissional abordou, ainda, um pouco do seu trabalho como fisioterapeuta oncológica, atuando no pré e pós-operatório, assim como ao longo dos tratamentos de quimioterapia e radioterapia. A programação também contou com espaço aberto para troca de experiências, depoimentos pessoais, perguntas e sorteio de brindes.

Foto: Jefferson Viana

Ex-paciente do câncer de mama e integrante do grupo “Amigas da Mama”, Márcia Tavares foi uma das participantes da roda de conversa. “Descobri o câncer no final de 2017 e neste mesmo período conheci o ‘Amigas da Mama’, onde tenho encontrado muito apoio e acolhimento. Procuro estar envolvida nos encontros para passar um pouco da minha vivência e força para as outras meninas que estão chegando. Não tenho nenhum familiar com câncer, o meu foi descoberto em exame de rotina, que toda a mulher tem que ter. A detecção precoce é um diferencial e eu costumo dizer que quem procura, acha e cura. Hoje vivo uma vida normal”, disse a moradora do Porto da Aldeia.

Foto: Jefferson Viana

O “Amigas da Mama” é um grupo de apoio às vítimas do câncer de mama de São Pedro da Aldeia que oferece atendimentos gratuitos em fisioterapia oncológica, psicologia e serviço jurídico, além de realizar doações de perucas, lenços, prótese de alpiste, almofadas pós-cirúrgicas, creme hidratante e touca hipotérmica. A entidade também recebe doação de cabelo humano para confecção de perucas. Os atendimentos na sede acontecem todas as terças, das 14h às 17h, na Rua João Martins, n° 22, Centro. Os telefones para contato são 22 9 8833-0575 e 9 9253-8282.

Confira a programação de palestras e rodas de conversa:

  • Dia 23/10 (quarta-feira)
  • Roda de conversa e Oficina de Bonecaterapia com a artesã Simone Giampaoli e a participação da Drª. Sanzia Dantas (fisioterapeuta e hipnoterapeuta clínica) e da Drª. Elziane (psicóloga).

Local: Cine Estação – Avenida Francisco Coelho Pereira, n° 255, Centro (ao lado da Guarda Municipal).

Horário: 15h às 16h.

  • Dia 24/10 (quinta-feira)

Roda de conversa com a psicóloga Cecília Ferreira e a fisioterapeuta Drª. Sanzia Dantas sobre Hipnose e o tema “Tristeza e Depressão, como trabalhar os gatilhos”.

Local: Cine Estação – Avenida Francisco Coelho Pereira, n° 255, Centro (ao lado da Guarda Municipal).

Horário: 15h às 16h.

  • Dia 25/10 (sexta-feira)
  • Palestra com a farmacêutica Drª. Josiane Borges sobre o tema “A importância dos Nutracêuticos na promoção e recuperação da saúde, com ênfase na ajuda ao paciente com câncer”.

Local: Cine Estação – Avenida Francisco Coelho Pereira, n° 255, Centro (ao lado da Guarda Municipal).

Horário: 15h às 16h.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email
Fechar Acessibilidade