São Pedro da Aldeia recebe carreta do projeto “Roda-Hans” nos dias 21, 22 e 23 de agosto

Nos dias 21, 22 e 23, São Pedro da Aldeia receberá o projeto “Roda-Hans”. Voltado à promoção de saúde, alerta e diagnóstico precoce da Hanseníase, o evento será sediado no município aldeense, mas receberá moradores de toda Baixada Litorânea. Durante os dias de atividade, cinco consultórios estarão à disposição dos pacientes com uma equipe multiprofissional. Os atendimentos serão gratuitos e acontecerão das 8h às 16h30, nos dias 22 e 23. Os interessados devem levar documento de identificação e cartão do SUS. O primeiro dia de evento será voltado somente à capacitação de profissionais. A carreta estará localizada na Praça Agenor Santos, a Praça da Matriz. O evento é uma realização da Secretaria de Estado do Rio de Janeiro, em parceria com o Ministério da Saúde e a Prefeitura aldeense.

A secretária de Saúde de São Pedro da Aldeia, Francislene Casemiro, falou sobre a iniciativa inédita no município.

“Agradeço ao Governo do Estado a oportunidade de São Pedro da Aldeia receber a carreta Roda-Hans. O projeto é uma iniciativa que fortalece a promoção em saúde, aproveito o momento para convidar a população, é importante que os moradores abracem esse evento. A Hanseníase é uma doença silenciosa e muito séria, é necessário que as pessoas se consultem e investiguem possíveis casos. É válido destacar que o evento envolve toda a Baixada Litorânea, então a carreta estará à disposição dos moradores da região”, disse.

Foto: Maurício Bazílio/SES

O projeto “Roda-Hans” oferecerá atendimentos com uma equipe composta por médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, assistentes sociais e dentista. O objetivo da ação é captar sinais e sintomas da Hanseníase indicando o tratamento. No dia os profissionais realizarão, ainda, avaliações dermatológicas. Para melhor atendimento, os organizadores distribuirão senhas para acesso à carreta. Cada paciente que for atendido será referenciado para uma unidade de saúde de seu município. Além das consultas e serviços laboratoriais, no primeiro dia de evento o Roda-Hans capacitará profissionais das redes municipais para avaliação dos pacientes.

Além da demanda livre, o Departamento de Doenças Infecto-Parasitárias (DIP) de São Pedro da Aldeia entrou em contato com os pacientes municipais que já apresentaram quadro da doença para uma reavaliação clínica. Os agentes comunitários de saúde das Estratégias de Saúde da Família (ESF) também realizaram busca ativa de pacientes dentro de suas microáreas de atuação.

Foto: Maurício Bazílio/SES

O projeto conta ainda com a parceria da Fiocruz, UFRJ, Sociedade Brasileira de Dermatologia do Rio de Janeiro, Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase (Morhan) e Novartis. A ação também tem apoio do Conselho Nacional de Secretários de Saúde e do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde.

Comentários estão desabilitados

Fechar Acessibilidade