Dando continuidade ao calendário de reuniões, foi realizado nesta quinta-feira (20) na Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos (SASDH), um encontro para discutir assuntos voltados para o Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI). Em pauta, o planejamento para o ano de 2020, capacitação para os servidores e a entrega da cartilha: “Trabalho Infantil não é brinquedo”, que será trabalhada na rede municipal de ensino e distribuída durante o carnaval.

“O carnaval é mais uma oportunidade de levarmos conhecimento à população e alcançarmos um grande número de pessoas. Por isso, vamos distribuir a cartilha do PETI durante a festa. É um material bem didático e de fácil entendimento. Já para distribuição na rede municipal de ensino, será feito um planejamento de execução”, informou a Técnica de Referência do PETI da SASDH, Luciana de Oliveira Corrêa Souza.

A reunião contou com a presença da assessora adjunta da SASDH, Wânia Arruda e com representantes das Secretárias de Saúde e Turismo, Dayana Flávia Souza e Geraldo Ferreira, respectivamente.

O Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI) é um conjunto de ações que tem o objetivo de retirar crianças e adolescentes menores de 16 anos do trabalho precoce, exceto na condição de aprendiz a partir de 14 anos. O programa, além de assegurar transferência direta de renda às famílias, oferece a inclusão das crianças e dos jovens em serviços de orientação e acompanhamento. A frequência à escola também é exigida.   


Fechar Acessibilidade