Secretaria de Educação realiza diagnóstico do 2º trimestre da rede municipal de ensino

A Coordenação Geral de Políticas Pedagógicas da Secretaria de Educação de São Pedro da Aldeia deu início ao diagnóstico referente ao 2º trimestre da Rede Municipal de Ensino aldeense. Todas as escolas irão participar da iniciativa, que acontecerá semanalmente, no Centro de Formação Continuada (CEFOR), atendendo as unidades de Educação Infantil, Primeiro e Segundo Segmento. Além da coordenadora do setor, Elizangela Rigueira, participam da ação as coordenadoras de Educação Infantil, Primeiro Segmento, Inspeção Escolar, Supervisão Pedagógica, Orientação Educacional, Educação Inclusiva e de Avaliações Externas e Currículos.

A coordenadora geral de Políticas Pedagógicas, Elizangela Rigueira, falou sobre a ação. “Considerando o término do segundo trimestre e o sucesso na apresentação dos diagnósticos do primeiro trimestre, demos continuidade à proposta, visto que muitas ações puderam ser repensadas e novas estratégias foram elaboradas para sanar as dificuldades encontradas. É fundamental que todos se envolvam com o processo de ensinar e de aprender, comprometendo-se com a qualidade do ensino”, destacou.

 Na quarta-feira (16), o trabalho foi apresentado pela equipe da E. M. Carlota Rocha da Silva, do bairro Ponta do Ambrósio; E. M. Profª Carolina Nazareth Teixeira Pinheiro, na Estação; E. M. Flonete Alexandrino da Silva, no Poço Fundo; E. M. Barnabé Mariano de Souza, na Cruz; E. M. Elízio Henrique de Paiva, na Flexeira; E. Mz. Elízio da Costa Moreira, em Três Vendas; e E. M. José Teixeira Paulo, no Balneário. 

“Esse é um momento importante para a escola, a conversa entre a equipe diretiva e de assessoramento pedagógico para analisar o trimestre da unidade escolar e, com isso, poder traçar novas estratégias para melhorar a aprendizagem do aluno. O mais importante não é a apresentação, mas o momento que a equipe se reúne para fazer o diagnóstico”, completou a coordenadora, Elizangela Rigueira.

 O encontro, para a apresentação dos trabalhos pedagógicos desenvolvidos no segundo trimestre, foi organizado visando à compreensão dos resultados obtidos pela unidade escolar e das estratégias traçadas para amenizar as dificuldades apresentadas. Ao final da devolutiva, a equipe recebe um certificado de participação e um brinde.

A coordenadora de Supervisão Pedagógica, Daiana Quintanilha, explicou o objetivo da atividade. “Cada coordenação planejou estratégias que vão desde a infraestrutura à parte pedagógica. Nossa prioridade é que o aluno tenha uma educação de qualidade e que a escola esteja funcionando de uma forma elaborada e organizada. Já conseguimos ver várias situações que foram superadas e estamos buscando uma rede de ensino de qualidade para o nosso aluno, isso é o que almejamos”, salientou.       

A devolutiva é conduzida pela equipe diretiva e de assessoramento pedagógico de cada unidade escolar, que é composta pela Supervisão Pedagógica, Inspeção Escolar e Orientação Educacional. A atividade envolve a apresentação dos trabalhos pedagógicos desenvolvidos ao longo do segundo trimestre, com o objetivo de compreender os resultados obtidos pela escola e avaliar as estratégias traçadas, visando amenizar as dificuldades apresentadas. 

 Para a orientadora educacional da Escola M. José Teixeira Paulo, Adriana Vieira, a devolutiva é importante pela troca de experiências e aprendizagens. “As escolas são levadas a refletirem sobre suas práticas buscando trazer as ações realizadas para sanar as dificuldades de aprendizagem do 2º trimestre e traçar metas para o 3º. Nossa escola trouxe para a apresentação todo trabalho pedagógico realizado nesse período, enriquecido com o projeto literário sobre Ivan Cruz”, disse.

Na oportunidade, são apresentados dados sobre a identificação da escola, com nome, quantitativo de turmas por ano/fase e segmento/modalidade, equipe diretiva e de assessoramento pedagógico, rendimento dos alunos, dificuldades encontradas durante o período, ações estratégicas para o terceiro trimestre e os Projetos Políticos Pedagógicos da unidade escolar. Além de práticas pedagógicas de destaque, durante o encontro também são expostas fotos das salas de aula, do ambiente formativo e dos murais.

 A diretora da Escola M. Profª Carolina Nazareth Teixeira Pinheiro, Patrícia Cardoso, falou sobre a importância da ação. “Achei a devolutiva importante, é uma maneira que temos de demonstrar nossas ações positivas, dificuldades e projetos futuros; os coordenadores de cada setor estão avaliando nossa gestão para que possamos estar melhorando”, disse.

Fechar Acessibilidade