Secretaria de Saúde inicia vacinação de crianças contra o Sarampo

A Secretaria de Saúde de São Pedro da Aldeia, mediante o cenário atual, está vacinando as crianças de 6 meses a menores de 1 ano contra o sarampo nas unidades de saúde, com exceção de Três Vendas e Recanto das Orquídeas. A dose preventiva, definida pelo Ministério da Saúde, está sendo chamada de “dose zero”. O objetivo é intensificar a vacinação desse público-alvo, que é mais suscetível a casos graves e óbitos. Os pais e responsáveis devem levar as crianças à unidade de saúde mais próxima e verificar o horário de imunização em cada posto, a fim de evitar o desperdício de doses. Para a vacinação é necessária a apresentação dos cartões de vacina e do SUS e o documento de identificação. Os postos aldeenses funcionam das 7h às 16h.

A secretária de Saúde, Francislene Casemiro, destacou a importância da vacinação e das orientações do Ministério da Saúde.

“É muito importante que os pais e responsáveis levem as crianças dentro de faixa etária estabelecida pelo Ministério da Saúde para serem imunizadas contra o sarampo. Precisamos reforçar que as pessoas que já estão vacinadas não precisam retornar às unidades para tomar a vacina, não há indicação do Ministério para uma vacinação indiscriminada”, disse.

É importante esclarecer que a chamada “dose zero” não substitui e não será considerada válida para fins do calendário nacional de vacinação da criança. Assim, além dessa dose que está sendo aplicada, os pais e responsáveis devem levar os filhos para tomar a vacina tríplice viral (D1), aos 12 meses de idade (1ª dose) e aos 15 meses (2ª dose), e para aplicação da vacina tetra viral ou a tríplice viral + varicela, respeitando-se o intervalo de 30 dias entre as doses. A vacinação de rotina das crianças deve ser mantida independentemente de a criança ter tomada a “dose zero” da vacina.

O público de 1 ano a 29 anos deve apresentar registro de duas doses contra a doença, já pessoas de 30 anos a 49 anos necessitam de apenas uma dose. Para pessoas que vão viajar para áreas de surto e que não têm a imunização, a dose deve ser ministrada com 15 dias de antecedência. A lista de municípios acometidos por surto de Sarampo pode ser consultada no site oficial do Ministério da Saúde. Os dados são atualizados semanalmente, de acordo com a situação epidemiológica de cada cidade.

De acordo com o Ministério da Saúde, o Sarampo é uma doença infecciosa grave, causada por um vírus, que pode ser fatal. Sua transmissão ocorre quando o doente tossefalaespirra ou respira próximo de outras pessoas. A única maneira de evitar o sarampo é pela vacina. Em torno de 3 a 5 dias, podem aparecer outros sinais e sintomas, como manchas vermelhas no rosto e atrás das orelhas que, em seguida, se espalham pelo corpo. Após o aparecimento das manchas, a persistência da febre é um sinal de alerta e pode indicar gravidade, principalmente em crianças menores de 5 anos de idade. 

Comentários
Fechar Acessibilidade