Secretário aldeense se reúne com prefeito de Rio das Ostras para discutir projeto voltado a autistas

O secretário de Governo de São Pedro da Aldeia, Eronildes Bezerra, acompanhado do advogado Carlos Magno de Carvalho, se reuniu nesta sexta-feira (09) com o prefeito de Rio das Ostras, Marcelino Borba. O encontro, que aconteceu na Prefeitura rio ostrense, teve como objetivo discutir o projeto de implantação da Clínica-Escola do Autista no município aldeense, com ênfase na necessidade de oferecer um atendimento especializado para crianças e adolescentes, e suas famílias, com o transtorno do espectro autista (TEA) e a importância de sensibilizar o poder público para a causa.

De acordo com o secretário Eronildes, é importante não pensar em São Pedro da Aldeia de forma isolada, principalmente quando se fala em saúde e em cuidado. “Se esses discursos ficarem isolados, eles acabam não trazendo a solidez que o processo necessita. Eu gosto muito do que vi em Itaboraí, é um modelo que nós vamos seguir, mas é importante que cada município pense qual vai ser o seu formato de trabalho”, salientou.

Foto: Jefferson Viana

Na ocasião, os representantes da Prefeitura aldeense compartilharam as ações que estão sendo realizado em São Pedro da Aldeia em prol do atendimento especializado a crianças com TEA e do apoio oferecido aos familiares. A rede de ensino de Rio das Ostras, que atende a 800 alunos com deficiências e 260 autistas, e iniciativas da Coordenadoria de Educação Inclusiva também fizeram parte da pauta do encontro.

Foto: Jefferson Viana

O prefeito rio ostrense, Marcelino Borba, destacou a importância da parceria entre os municípios. “A gente precisa estreitar laços, aperfeiçoar e melhorar; a Prefeitura está aberta em ir a São Pedro da Aldeia buscar toda expertise para colocar em prática em Rio das Ostras. Nós temos nove municípios na Baixada Litorânea e, com essa união, quem vai ganhar é a população, os usuários; ninguém consegue fazer nada só”, afirmou.

Foto: Jefferson Viana

A reunião também contou com a participação da secretária de Bem-Estar Social, Eliara Fialho, subsecretária de Educação de Rio das Ostras, Hionar Rodrigues, e da coordenadora de Educação Inclusiva, Cristiane Camacho. Na ocasião, as profissionais e o prefeito Marcelino Borba foram convidados a participarem da próxima reunião da Comissão do Autismo, criada em São Pedro da Aldeia, que acontecerá ainda nesse mês de agosto, para compartilhar ideias, projetos e experiências.

Foto: Jefferson Viana

“Nós montamos uma comissão, mas isso não quer dizer que eles tenham que fazer o mesmo aqui. A experiência maior e mais vibrantes que fizemos com tudo isso é que existem autistas que nunca saíram de casa; nossa meta é conscientizar para que, de alguma forma, alguém vá lá na ponta buscar essas pessoas que estão perdidas. A causa precisa que façam um senso. Estamos conseguindo sensibilizar o poder público, porque ninguém vê o autista, é muito difícil”, destacou o advogado Carlos Magno de Carvalho.

Foto: Jefferson Viana

O secretário Eronildes Bezerra, o advogado Carlos Magno e toda a Comissão do Autismo aldeense estão se mobilizando e articulando o trabalho em prol de uma rede de apoio intersetorial, e intermunicipal, para o atendimento especializado a crianças e adolescentes com TEA. A iniciativa envolve os municípios de São Pedro da Aldeia, Cabo Frio, Iguaba Grande, Arraial do Cabo e Rio das Ostras.

Os profissionais que formam a comissão se reúnem periodicamente para dar andamento aos processos, definir metas e traçar ações prioritárias em prol da causa. O projeto aldeense conta, ainda, com o suporte de Berenice Piana, coautora da Lei 12.764, que instituiu a Política Nacional de Proteção dos Direitos da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista, e idealizadora da Clínica-Escola do Autista de Itaboraí, referência em todo o país.

Comentários estão desabilitados

Fechar Acessibilidade