Ação do MPF na lagoa é acompanhada de perto por governo aldeense

O secretario de Ambiente, Lagoa, Pesca e Saneamento, Luciano Pinto e sua equipe, acompanharam de perto a visita técnica do procurador do Ministério Público Federal (MPF) Leandro Mitidieri aos pontos de lançamento de esgoto e assoreamento na Lagoa de Araruama.

Segundo Luciano, o trabalho realizado pelo MPF já havia sido executado anteriormente pela Secretaria de Ambiente, ou seja, a vistoria e a denúncia de cinco pontos de lançamento no município.

“Por aqui eles já estão identificados e as soluções estão sendo discutidas junto com a concessionária Prolagos. A visita do MPF reforça o desejo do prefeito Cláudio Chumbinho, que desde os tempos em que era presidente do Consórcio Ambiental Lagos São João, busca uma solução para o problema” afirmou Luciano.
O presidente da ong Viva Lagoa e membro do Conselho de Meio Ambiente, Arnaldo Vilanova, destacou a atuação do município de São Pedro da Aldeia em relação a outros da Região dos Lagos.

“Já declarei na reunião do Consórcio e declaro novamente, São Pedro da Aldeia é o único município que destinou recursos ao saneamento”, disse.
O procurador do MPF, Leandro Mitidieri, explicou que após o conhecimento dos 54  pontos de lançamento de esgoto nos cinco municípios banhados pela lagoa (Cabo Frio, São Pedro da Aldeia, Arraial do Cabo, Iguaba Grande e Saquarema), vai verificar se alguma providência está sendo tomada e a partir disso, tomar as medidas necessárias.

“Vamos conversar com as prefeituras envolvidas, com as concessionárias Prolagos e Águas de Juturnaíba, e caso ações não sejam implementadas, iremos tomar as providências cabíveis” explicou

Deixe um comentário

Fechar Acessibilidade