Alunos da Escola de Artes de São Pedro da Aldeia participam de Corredor Cultural

Evento promove integração entre a comunidade escolar e apresenta a evolução das crianças e adolescentes nas oficinas de dança, arte, teatro e música

A semana começou recheada de atividades para os alunos matriculados na Escola de Artes de São Pedro da Aldeia. Até esta sexta-feira (19), os estudantes participam do Corredor Cultural, evento que já faz parte do calendário escolar da unidade. O objetivo da iniciativa é abrir as portas da escola para os pais e familiares, promovendo a integração entre a comunidade escolar, além de apresentar a evolução das crianças e adolescentes das turmas de dança, teatro, artesanato, desenho e pintura ao longo do primeiro semestre. O projeto é uma realização da Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Cultura.

Ao longo da semana, a programação contou com exposição de desenhos dos alunos e apresentações das turmas de sapateado, ballet, jazz, violão, teclado, danças urbanas e teatro. O secretário de Cultura, Thiago Marques, acompanhou de perto as atividades. “Ficamos muito felizes em ver tantas crianças, jovens e adolescentes sendo impactadas positivamente pela Escola de Artes. Temos muito orgulho desse projeto e só temos que parabenizar os alunos pela dedicação neste primeiro semestre letivo. Que possamos, cada vez mais, levar educação, arte e cultura para a nossa população”, disse.

O secretário e a diretora de Cultura, Thiago Marques e Giselle Lima, além da diretora da unidade, Luiza Mendes, acompanharam de perto as atividades na escola
Foto:
Raíra Morena/Divulgação PMSPA

Ana Cláudia Duarte é mãe da pequena Ana Clara, de 11 anos, aluna da oficina de teatro. Ela conta que as aulas têm feito a diferença na vida da filha. “Minha filha era bastante tímida, para ela era uma barreira se apresentar dessa forma, na frente de todo mundo, mas aqui, na Escola de Artes, ela se sente feliz. Ela estava super empolgada para essa apresentação na escola e, como mãe, me sinto orgulhosa por ver essa evolução. Esse projeto da Secretaria de Cultura tem sido importantíssimo para a comunidade, porque abre horizontes, dá oportunidade para muitos jovens e tira as nossas crianças do ócio”, destacou.

A instrutora de teatro, Anna Fernanda Corrêa (à esquerda) ao lado da mãe Ana Cláudia Duarte e da aluna de teatro, Ana Clara, de 11 anos
Foto:
Raíra Morena/Divulgação PMSPA

Instrutora da turma de teatro infanto, uma das oficinas que se apresentaram no Corredor Cultura, Anna Fernanda Corrêa conta que o Corredor Cultural foi o primeiro encontro dos estudantes com o público. “Apresentamos o experimento cênico ‘Romeu e Julieta’, que foi um desafio para os alunos, mais um degrau no processo crescente de aprendizado. O teatro é uma arte coletiva e os processos de aprendizado são únicos. A cada encontro a turma descobre possibilidades, desenvolve habilidades e aprende uns com os outros. Nesse primeiro semestre, focamos em exercícios que trabalhassem noções de improvisação, ocupação de espaços, criatividade e imaginação. Para os alunos, pais e responsáveis é um momento muito especial. Esse caminho de aprendizado vem sendo construído desde abril e tem por objetivo a culminância com o espetáculo de final de ano”, disse.

A programação segue nesta sexta-feira (19) com as oficinas de teatro, em comemoração ao Dia do Artista de Teatro. A diretora da Escola de Artes Municipal, Luiza Mendes, também acompanhou a programação de perto, junto ao time de instrutores, pais e alunos da unidade. “O Corredor Cultural é um evento que envolve toda a comunidade escolar e que demonstra o resultado da aprendizagem dos alunos. É uma excelente oportunidade para os estudantes vivenciarem e terem esse contato com a plateia. Essa é a primeira edição que realizamos na escola nesse retorno às atividades 100% presenciais e ficamos felizes por ver a dedicação das turmas e os avanços que alcançamos”, destacou.

Este ano, a Escola de Artes Municipal abriu mais de 700 vagas para matrículas em oficinas gratuitas de ballet clássico, dança do ventre, sapateado, jazz, teclado, violão, teatro, alongamento, desenho e arte em feltro, com prioridade para estudantes da rede pública de ensino. O período de inscrições já foi encerrado e será reaberto no início do próximo ano.

Seu cadastro foi realizado

Mais informações serão enviadas para o e-mail que foi cadastrado 

Agradecemos por participar do Censo LGBTQIA+

As informações coletadas serão importantes para quantificar a demanda de atendimento por parte da Secretaria de Assistência Social para a população LGBTQIA+

Se você deseja fazer um agendamento para atendimento com a nossa coordenadoria LGBTQIA+ Clique Aqui