Aves Papa-capim e Tiziu são resgatadas em São Pedro da Aldeia e devolvidas à natureza

Ação conjunta entre o Grupamento Ambiental, Fiscalização de Posturas e Polícia Militar ocorreu em área de mata no bairro Poço Fundo
Pássaros, comuns na região, foram devolvidos ao seu habitat natural | Foto: Ascom/PMSPA
Pássaros, comuns na região, foram devolvidos ao seu habitat natural | Foto: Ascom/PMSPA

Dois pássaros Papa-capim (Sporophila nigricollis) e um Tiziu (Volatinia jacarina) foram resgatados nesta terça-feira (25) em São Pedro da Aldeia. As aves foram encontradas em gaiolas em área de mata do bairro Poço Fundo e devolvidas à natureza. O resgate foi resultado de uma operação conjunta entre o Grupamento Ambiental, a Fiscalização de Posturas do município e a Polícia Militar (PMERJ).

De acordo com informações do Grupamento Ambiental, os agentes foram acionados em  apoio à polícia para verificação de denúncia sobre um acampamento na localidade conhecida como Mata Yamagata, na Praia do Sol, com desmatamento da área. No local, foram encontradas três gaiolas com as aves, além de dois alçapões para captura ilegal de pássaros. Os infratores não foram localizados.

“A Mata Yamagata atua como um dormitório não apenas para as aves locais, como também para as demais espécies que migram de outras regiões e se abrigam ali. Ao chegar ao local, não encontramos mais ninguém, mas resgatamos os pássaros que tinham sido deixados em gaiolas. Após os procedimentos administrativos devolvemos as aves ao seu habitat natural”, relatou o membro do Grupamento Ambiental, Marco da Conceição.

Foto: Ascom/PMSPA

O pássaro Papa-capim é comumente encontrado em todo município, em especial na área rural. Eles se alimentam das sementes encontradas nas folhas de capim, daí o nome da espécie. O macho possui um capuz preto na cabeça, contrastando com as partes superiores em tons esverdeados e com as partes inferiores amareladas ou brancas. As fêmeas possuem cor parda, a mesma cor dos filhotes.

Já o Tiziu, também comum na região, tem nos machos a plumagem com padrão de eclipse (raro entre as aves). Durante a estação reprodutiva, o macho desta espécie chama ainda mais a atenção com as penas em tom de preto azulado com manchas brancas. Após esse período, eles apresentam plumagem semelhante com as das fêmeas de coloração parda.

Foto: Ascom/PMSPA

Agradecemos por participar do Censo LGBTQIA+

As informações coletadas serão importantes para quantificar a demanda de atendimento por parte da Secretaria de Assistência Social para a população LGBTQIA+

Se você deseja fazer um agendamento para atendimento com a nossa coordenadoria LGBTQIA+ Clique Aqui