A Prefeitura de São Pedro da Aldeia, em parceria com o Sindicato Rural de Araruama, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR) e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) iniciou nesta terça-feira (25) o Curso de Tratorista, voltado para a regulamentação e capacitação de profissionais que conduzem o maquinário. O curso está sendo ministrado para servidores da Secretaria de Agricultura, Abastecimento, Trabalho e Renda e pequenos produtores rurais aldeenses.


O curso tem duração de quatro dias, incluindo conteúdo técnico e prático. Durante as aulas, são desenvolvidos temas como mecanismos de funcionamento, composição, regulação, implementos, uso na prática rural, manutenção do maquinário, dentre outros assuntos. A parte prática será realizada na área do Polo Rural, no bairro Cruz. Todo o conteúdo está sendo ministrado pelo agente de atividades agropecuárias do MAPA, Pedro Catete.


A capacitação está ocorrendo após a chegada de um trator e de uma retroescavadeira ao município. As máquinas foram obtidas por meio de emenda parlamentar do Ministério da Agricultura, para a montagem da patrulha mecanizada municipal.

O secretário de Agricultura, Abastecimento, Trabalho e Renda, Dimas Tadeu, falou sobre a relevância do curso.

“Dirigir um trator não é como um carro, é uma máquina mais complexa que exige mais do condutor. Esse curso é para aperfeiçoar as pessoas que vão operar essas máquinas, estamos treinando os servidores da Secretaria e também agricultores, pequenos produtores e funcionários de propriedades rurais. Essa capacitação aborda desde o funcionamento, manutenção, até a operação a nível de campo, abrangendo a regulagem. O curso é completo e trata inclusive das questões legais, abordando tudo que uma pessoa precisa ter para operar um trator. Os participantes saem preparados, esta é uma qualificação que certifica o operador de máquina com o reconhecimento do Ministério do Trabalho”, destacou o secretário.

“O sindicato rural e o SENAR tem uma parceria com São Pedro da Aldeia, com o recebimento de um trator e uma retroescavadeira. Para a utilização desse maquinário, seria necessário um certificado de tratorista, não basta apenas a carteira de habilitação. Caso haja alguma fiscalização, eles estão respaldados com a aplicação de parte teórica e prática”, ressaltou a mobilizadora de cursos do SENAR, Bárbara Oliveira.

]]>

Deixe um comentário

Fechar Acessibilidade