Recepcionistas da rede municipal de saúde recebem curso de qualificação

Treinamento, realizado ao longo do mês de junho, tem como objetivo promover acolhimento mais humanizado à população

A Prefeitura de São Pedro da Aldeia, por meio do Núcleo de Educação Permanente de Saúde (NEPS), ofereceu a 1ª Capacitação para Recepcionistas da Rede Municipal de Saúde. O treinamento, realizado ao longo do mês de junho, dá seguimento ao ciclo de qualificações destinado aos servidores e tem como objetivo promover um atendimento eficiente aos usuários da saúde pública. Foram quatro encontros com aulas teóricas, práticas, dinâmicas de grupo e rodas de conversa visando estabelecer um acolhimento mais humanizado à população. O último módulo foi desenvolvido nesta quarta-feira (30).

Foram abordados temas como a escuta ativa, a compreensão do processo de trabalho, o debate sobre o Estatuto do Servidor e a Política Nacional de Humanização. O último módulo, desenvolvido na tarde desta quarta-feira (30), contou com a presença de recepcionistas das Unidades Básicas de Saúde (UBS) e Estratégia de Saúde da Família (ESFs), que serão devidamente certificados pela participação.

A coordenadora do NEPS, Geandra Aquino, destacou o engajamento dos participantes durante as atividades. “Temos noção do quanto o curso foi importante para os recepcionistas pela frequência e engajamento dos participantes. A saída do ambiente de trabalho, a socialização em local neutro, a possibilidade de se falar dos desafios enfrentados por cada um já é um grande passo. Existem muitos fatores que precisam ser observados dentro do contexto do atendimento. Durante essas quatro semanas, fomos trabalhando de forma com que esses profissionais percebessem que existem fatores internos e pessoais que não estão no processo de trabalho. O que tiramos de positivo é a efetiva participação de cada um”, ressaltou. Ainda de acordo com Geandra, um compilado do curso em forma de relatório será apresentado à gestão.

A recepcionista Abigail Souza Silva, do Centro de Reabilitação Municipal, disse que o curso possibilitou a ressignificação de alguns aspectos do dia a dia. “Percebi que preciso aprimorar alguns pontos do meu trabalho, precisamos sempre procurar a melhoria. O povo depende de nós para um bom acolhimento e aprendemos aqui muitos processos que serão importantes para o nosso trabalho”, concluiu.

O Curso foi organizado por Geandra Quirino, coordenadora do NEPS; Kátia Daniele Pereira Santos, enfermeira da ESF Parque Arruda; Thiago de Oliveira Azevedo, enfermeiro da ESF São Mateus; Layla Pires, enfermeira voluntária; Christina Amaral, coordenadora municipal de enfermagem; e Gláucia Cristina de Bonfim Garcia de Santana, voluntária.

Agradecemos por participar do Censo LGBTQIA+

As informações coletadas serão importantes para quantificar a demanda de atendimento por parte da Secretaria de Assistência Social para a população LGBTQIA+

Se você deseja fazer um agendamento para atendimento com a nossa coordenadoria LGBTQIA+ Clique Aqui