Resíduo produzido pelo triturador de galhos será transformado em substrato para o cultivo de mudas

Objetivo é utilizar o adubo orgânico em ações socioambientais planejadas pela Secretaria de Agricultura
Processo de compostagem do material triturado demora de 90 a 120 dias. Foto: Divulgação/PMSPA

Além da economia dos recursos públicos gerada pelo novo triturador de galhos, o aparelho trouxe outro benefício ao município aldeense: o material resultante das podas será transformado em substrato pela Secretaria de Agricultura. O objetivo é utilizar o adubo orgânico em ações socioambientais. A aquisição é considerada um ganho para a gestão dos resíduos verdes da cidade.

Adquirida com recursos próprios, a máquina reduz em até 80% o volume da matéria orgânica proveniente de podas, como galhos, folhas e até troncos. De acordo com o secretário de Serviços Públicos, Raimundo Teixeira, a estimativa é que, com o transporte do material já triturado, seis caminhões deixem de circular, facilitando a logística da pasta. “Além do valor que seria pago pelo aluguel dos caminhões, economizamos com combustível, funcionários, e com a quantia desembolsada ao aterro sanitário por cada tonelada, que hoje custa 80 reais”, explicou. 

Equipamento foi adquirido com recursos próprios. Foto: Bruninho Volotão/Divulgação PMSPA

De acordo com a Secretaria de Agricultura, nove caminhões de material triturado já estão no Horto Escola Municipal. O resíduo agora passa por compostagem, que é o processo natural de decomposição, mas em ambiente controlado. O tamanho uniforme do resíduo após o processo de trituração permite uma decomposição mais rápida, concluída em um período de 90 a 120 dias. A técnica transforma a substância orgânica em substrato, um adubo orgânico rico em nutrientes para o solo. 

A substância será utilizada pelo horto no cultivo de mudas frutíferas, nativas e ornamentais, assim como no minhocário da pasta, que produz húmus para o enriquecimento da terra. Neste ano, aproximadamente 8.500 mudas já foram plantadas no Horto Escola Municipal. O resíduo também será aproveitado na implantação de projetos que pretendem criar hortas comunitárias e escolares. 

Minhocário municipal produz húmos para enriquecimento da terra. Foto: Divulgação/PMSPA

O secretário de Agricultura, Thiago Ribeiro, ressaltou que agora será possível dispensar a compra de adubos prontos, como os químicos. “Já disponibilizamos para a população mudas produzidas aqui no horto com o intuito de incentivar a arborização da cidade. Com o material orgânico resultante da compostagem vamos economizar em adubos químicos, por exemplo. Economia que também contribui para a viabilização dos projetos socioambientais”, contou. 

Horto Escola Municipal já produziu cerca de 8.500 mudas em 2021. Foto: Divulgação/PMSPA

A gestão municipal reforça que os cidadãos devem solicitar à Secretaria de Serviços Públicos o recolhimento do lixo verde proveniente de podas particulares, não depositando o material nas vias públicas. O agendamento deve ser feito por meio dos telefones (22) 2627-6190 e (22) 2627-7055.

Agradecemos por participar do Censo LGBTQIA+

As informações coletadas serão importantes para quantificar a demanda de atendimento por parte da Secretaria de Assistência Social para a população LGBTQIA+

Se você deseja fazer um agendamento para atendimento com a nossa coordenadoria LGBTQIA+ Clique Aqui