São Pedro da Aldeia sedia o I Seminário Estadual da Atenção Domiciliar

Evento contou com a presença de representantes da Atenção Domiciliar de mais de 30 cidades do Estado do Rio de Janeiro

O I Seminário Estadual da Atenção Domiciliar foi idealizado e realizado pela equipe que gera este tipo de assistência em São Pedro da Aldeia e contou com a presença de membros de Serviços de Atendimento Domiciliar (SADs) de mais de 30 cidades do Rio de Janeiro.

O encontro aconteceu nesta sexta-feira (18/11), no auditório da Base Aérea Naval da Marinha, tendo como objetivo reconhecer o trabalho das equipes, favorecer a troca de experiências e unificar as forças das cidades fluminenses em prol da Atenção Domiciliar, principalmente alinhando os fluxos de funcionamento do Programa Melhor em Casa e afins.

A representante do Ministério da Saúde, Mariana Borges, iniciou as falas do dia dando destaque ao SAD de São Pedro da Aldeia, dizendo que “O Serviço de Atendimento Domiciliar de São Pedro da Aldeia, entre os municípios brasileiros, é um dos que mais entendeu qual o papel deste setor e se dedicou com seriedade, e isso passa muito pela Gestão, então eu quero agradecer ao Prefeito Fábio e à Secretária de Saúde, Maria Márcia, por acreditar e apostar nessa modalidade, com isso conseguindo transformar a saúde pública da sua cidade e sendo modelo para todo o Estado. Temos aqui um serviço que faz muito e é um grande exemplo para todos nós. E espero que com todas essas pessoas que vieram com o coração aberto, de tantos serviços bonitos que temos conhecido e visitado, o dia de hoje seja um dia para compartilhar essa beleza e gerar ainda mais força. Muita gratidão a cada um de vocês e que seja um dia inesquecível em nossas vidas.”

Representando o Poder Legislativo, a Vereadora Mislene cumprimentou os presentes, e completou: “Hoje realmente é um momento histórico para o município de São Pedro da Aldeia, para a nossa saúde, para a Atenção Domiciliar.”

A Secretária de Saúde, Maria Márcia Sampaio Fontes, disse: “Quero falar da nossa alegria de compartilhar com todos vocês um serviço que penso ser fundamental, sendo oferecido com seriedade e com vontade de humanizar o atendimento e de estar presente, sendo apoio às famílias que tanto necessitam nessas situações que demandam essas equipes. A figura do Junior Curcino é a personificação da Atenção Domiciliar em nossa cidade. Nós gestores seguimos diretrizes, como a de um governo como o do Fábio, que tem um olhar muito humano para cada política, para cada ação que determina aos seus secretários, fazendo com que tenhamos além do respeito, uma admiração por seu cuidado à pessoa.”

Já o Prefeito Carlos Fábio do Pastel fez seus agradecimentos à Marinha do Brasil pelo apoio ao evento, além de todos os participantes, e comentou: “Todos nós precisamos de saúde, todos nós usamos os serviços, e fazer um bom atendimento, é colocar o coração naquilo que se faz, doando o melhor possível.” Deu ainda destaque à qualidade dos serviços de saúde na cidade e parabenizando o empenho da equipe do Melhor em Casa e de toda Atenção Domiciliar.

Representando a Secretaria de Saúde do Estado, a Técnica da Superintendência de Atenção especializada, Maria Giseli Ferreira, agradeceu a iniciativa de se promover o seminário, um marco para o Estado, que visa incentivar e fortalecer o Atendimento Domiciliar.

Após a abertura solene, que contou com diversas autoridades do nosso município, o Diretor da Atenção Domiciliar, Junior Curcino, deu início às palestras falando do funcionamento do setor em São Pedro da Aldeia, destacando as diferenças entre as equipes que compõem o serviço, o Melhor em Casa, programa federal que funciona em mais de 800 municípios, com mais de 1,9 mil equipes multiprofissionais. Da implementação do Programa de Atendimento aos Domiciliar aos Cronifcados (PADC) idealizado por ele mesmo, e de como o setor se complementa com a retaguarda do Apoio Domiciliar, equipe que transporta pacientes em urgências e emergências, funcionando 7 dias por semana, 24h por dia. “É fundamental que exista a parceria dos gestores municipais e autoridades, para que o Serviço funcione, afirmou ele.”

Retomando a palavra a Dra. Mariana Borges fez um breve panorama da Atenção Domiciliar no Brasil, dando ênfase no estado do Rio de Janeiro, falando dos desafios do estado para melhorar a qualidade, dos perfis de usuários atendidos e dos profissionais envolvidos na tarefa. Deixando uma provocação aos gestores e equipes presentes, que é a admissão de crianças complexas, dentro dos SADs (Serviços de Atendimentos Domiciliares). E encerrou sua participação relatando quais os projetos que o Ministério da Saúde tem para o futuro da AD (Atenção Domiciliar).

Em seguida, a Técnica do Ministério da Saúde, Denise Araújo comandou um “talk show”, com colaboração das Diretoras Aline Cristina Perpetuo de Menezes Werneck, do SAD de João de Meriti, e Fernanda Nunes Salvador, do SAD de Itatiaia, quando os seminaristas puderam realizar perguntas a respeito do funcionamento do Programa Melhor em Casa e sobre critérios de elegibilidade na admissão de pacientes.

Na parte da tarde, aconteceu a Mesa Redonda “Desospitalização precoce com segurança”, mediada pela Dra. Mariana Borges Dias, quando foram apresentados casos exitosos de desospitalizações de crianças pelos diretores dos SADs de Silva Jardim, Cássia Helena Jardim Moura, de Maricá, Anderson Rodrigues Pereira e de Nova Friburgo, Pâmella Freiman. Além da discussão dos meios e recursos possíveis na alta de menores de idade e sua reintegração à família, com a Equipe de desospitalização do Instituto Fernandes Figueira (IFF), representada pelo Dr. José Luiz de Carvalho e pela Dra. Mariana Setúbal, que deram ênfase às histórias de sucesso, a identificação de oportunidades de altas seguras além da integralidade no atendimento e apoio às famílias.

Para finalizar as atividades, as Dras. Daniele Santos da Conceição e Katia Maria Oliveira de Souza, integrantes da equipe PADI do IFF, discutiram as boas práticas, o uso da tecnologia e seu manuseio em crianças complexas, com apoio farmacêutico e suporte aos familiares.

O evento foi encerrado pelo Diretor da Atenção Domiciliar de São Pedro da Aldeia, Junior Curcino que relatou sua emoção de ver todas cidades do Rio de Janeiro reunidas com um só propósito, fortalecer o SUS, o Serviço da AD e garantir o melhor cuidado ao usuário.

Seu cadastro foi realizado

Mais informações serão enviadas para o e-mail que foi cadastrado 

Agradecemos por participar do Censo LGBTQIA+

As informações coletadas serão importantes para quantificar a demanda de atendimento por parte da Secretaria de Assistência Social para a população LGBTQIA+

Se você deseja fazer um agendamento para atendimento com a nossa coordenadoria LGBTQIA+ Clique Aqui