Secretaria de Educação e Senai discutem parceria para cursos profissionalizantes

            O secretário de Educação de São Pedro da Aldeia, Alessandro Teixeira Knauft, recebeu, nesta quarta-feira (10), o especialista de projetos da área de educação profissional e a analista de negócios da Firjan/Sesi/Senai-RJ, Washington Luiz Alves e Adriana Simões, respectivamente. Na ocasião, os representantes da instituição apresentaram um projeto piloto de parceria junto à Secretaria de Educação para a oferta de cursos profissionalizantes destinados aos alunos do 2º segmento da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Foto: Jefferson Viana

“Quero agradecer a presença da equipe do Senai e dizer que estamos muito felizes com esse primeiro encontro. Estamos, agora, compreendendo a natureza da proposta que nos foi apresentada, além das possibilidades dentro da demanda de cursos que nós temos. Temos certeza de que haverá avanços porque todos estão irmanados nesse mesmo objetivo de focar no desenvolvimento do município e no cidadão aldeense, aquele que precisa buscar uma oportunidade no mercado de trabalho. São Pedro da Aldeia já é uma referência na Região dos Lagos quando da atração de empresas e geração de empregos, basta nós observarmos os dados recentes do Caged, e a gente quer ampliar esse índice positivo, conforme tem solicitado o prefeito Chumbinho”, disse o secretário de Educação, Alessandro Teixeira Knauft.

Foto: Jefferson Viana

O projeto piloto de parceria, apresentado ao secretário de Educação aldeense, englobou tópicos básicos, entre eles a metodologia de ensino, custos operacionais, período de vigência, carga horária e uma seleção de cursos ofertados pela instituição, levando em consideração critérios como grau de escolaridade e outros pré-requisitos.

Foto: Jefferson Viana

“Acredito que esse projeto esteja dentro dos preceitos da Secretaria de Educação e, com certeza, está alinhado também com os objetivos do prefeito, que já vem tentando a algum tempo cuidar da parte de Educação Profissional. A grande premissa é fazer com que esse aluno conclua a EJA e, em paralelo, saia com uma qualificação profissional do Senai. Isso vai dar um incremento bem forte para que esse jovem possa se colocar no mercado de trabalho, seja como trabalhador formal ou mesmo como autônomo, podendo desenvolver o seu próprio negócio”, destacou o especialista Washington Luiz Alves.

Foto: Jefferson Viana

Além do ensino técnico profissionalizante, a formação oferecida pelo Senai inclui, ainda, oficinas na área social e de desenvolvimento humano, com aulas sobre identidade pessoal, planejamento familiar, protagonismo, cidadania, direitos humanos, diversidade, autocuidado, empreendedorismo e mercado de trabalho. O projeto preliminar apresentado servirá como base para futura análise e ajustes por parte do município, em conformidade com as demandas dos alunos da rede e com a realidade orçamentária municipal.

Foto: Jefferson Viana

Também participaram do encontro a coordenadora municipal de qualificação profissional da Secretaria de Agricultura, Abastecimento, Trabalho e Renda, Vanusa de Arruda, e a coordenadora municipal do Centro de Formação Continuada (CEFOR) e da Educação de Jovens e Adultos (EJA) da Secretaria de Educação, Iara Regina Azevedo.

Foto: Jefferson Viana

Comentários estão desabilitados

Fechar Acessibilidade