Atividades especiais marcam sábado letivo em unidades escolares aldeenses

O último sábado letivo (09) foi movimentado em algumas unidades escolares de São Pedro da Aldeia. As programações especiais envolveram alunos e responsáveis, além de funcionários das escolas. Festa de tradições culturais, da família, palestra sobre consciência negra, preservação do Meio Ambiente, responsabilidade do Estado brasileiro, entre outras temáticas, foram abordadas na ocasião.

Foto: Divulgação | SEMED

 Na Escola Municipalizada Lucinda Franciscone de Medeiros, localizada no bairro Porto do Carro, foi realizada a Festa de Halloween. Os alunos se fantasiaram e curtiram a culminância do projeto, que contou com aulas culturais e discutiu questões referentes ao tema, tais como, significado das cores, símbolos e a fantasia. O objetivo da ação foi mostrar a importância de os alunos desenvolverem a habilidade de compreender e respeitar, não somente a sua própria identidade cultural, mas também a do outro.

Foto: Divulgação | SEMED

A iniciativa foi desenvolvida pela diretora da unidade, Fabiana Tófano, pelas professoras de Inglês, Tharini Borges e Francine; pela professora de Artes, Leila Saraiva, pela supervisora Pedagógica, Elcia Ribeiro, e pela orientadora educacional, Vania Gonçalves.

Foto: Divulgação | SEMED

A professora de Inglês, Tharini Borges, falou sobre a ação. “O objetivo do educador de Língua Estrangeira é, entre outros, promover no aprendiz o crescimento linguístico, intelectual, social e cultural, bem como o desenvolvimento da competência intercultural, que consiste numa tal atitude diante do aprendizado da língua, algo que leva ao reconhecimento das diversidades culturais”, disse.  

Foto: Divulgação | SEMED

Já na Escola Municipal Antônio Vaz da Silva, no Recanto do Sol, foi falado sobre responsabilidade do Estado brasileiro e da elite escravocrata na situação da vida da população negra no Brasil. O bate papo foi ministrado pelo diretor de Políticas Públicas e Promoção da Igualdade Racial da SEMED, Sérgio Rodrigues.

Foto: Divulgação | SEMED

“Agradeço à direção da escola, professores, alunos, profissionais em geral e aos pais presentes pelo carinho no acolhimento. Um obrigado especial à professora Gizelle Fassini, pelo convite e também pela recepção. A DIPPPIR estará sempre à disposição para contribuir com a luta por dias melhores para nossas crianças”, disse, Sérgio Rodrigues.

Foto: Divulgação | SEMED

Na Escola Municipal Professora Maria Celeste de Campo, no Baixo Grande, foi feito um momento de reflexão sobre os negros no Brasil e sua importância na sociedade, em alusão a Semana da Consciência Negra.

Foto: Divulgação | SEMED

Na ocasião, foi feita a apresentação da música “Nega Maluca”. Os estudantes trabalharam a história do Abayomi com confecção de bonecas, além de oficinas e apresentações dos trabalhos desenvolvidos em sala de aula sobre o tema.

Foto: Divulgação | SEMED

Também foi trabalhado o resgate da história de Gabriel Joaquim dos Santos e a oficina sobre a construção da Casa da Flor. Houve um momento de contação da história “Menina bonita com laço de fita”, com dramatização dos alunos da Educação Infantil, além de declamação da poesia “Mundo Colorido”, trabalhando diversidade cultural, consciência negra e respeito mútuo e das biografias de Carlota e Ivone Lara.

Foto: Divulgação | SEMED

Na Escola Municipalizada Elízio da Costa Moreira, no bairro Três Vendas, foi trabalhado o projeto “Meio Ambiente”. Na ocasião, os alunos plantaram mudas, desfilaram com materiais recicláveis, cantaram músicas sobre reflexão da temática, participaram de dinâmicas referentes ao tema e fizeram suco da casca do abacaxi com gengibre.

Foto: Divulgação | SEMED

A diretora da unidade escolar, Roberta Lopes, falou sobre a ação, “A proposta do sábado letivo foi conscientizar os nossos alunos sobre a importância de preservar a natureza, ter bons hábitos em relação ao meio ambiente e corroborar para a sustentabilidade dentro da realidade de cada um. A frase destaque do dia foi: ‘O lixo que você joga no chão não fala, mas diz muito de quem você é’, de Mury Bueno”, disse.

Foto: Divulgação | SEMED

A Escola Municipalizada Adalgiza da Silva Lobo, no bairro Morro do Milagre, realizou a Festa da Família, com a participação da comunidade local. Já na Escola Municipal Francisco Paes Carvalho Filho, no Boqueirão, aconteceu uma palestra voltada aos pais e alunos da unidade escolar. O encontro foi conduzido pelas voluntárias do departamento de Psicologia da Cruz Vermelha filial São Pedro da Aldeia, a psicóloga Kênia Miranda e a pedagoga, Cláudia Domingues, abordando o tema “Afetividade x Escola x Família”. Além da palestra e da dinâmica de grupo, a programação contou com lanche, apresentação dos alunos e atendimento de professores aos pais.

Fechar Acessibilidade