Em menos de uma semana, cerca de 280 kg de alimentos foram arrecadados na campanha organizada pela Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos (SASDH), em parceria com a Defesa Civil Municipal e os supermercados parceiros de São Pedro da Aldeia. Os alimentos arrecadados serão distribuídos pela SASDH para as famílias do município economicamente afetadas pela crise causada pelo coronavírus.A campanha continua e as doações podem ser realizadas no Atacadão, Costazul e na sede da Secretaria, localizada na Rua Hermógenes Freire da Costa, 19, no Centro da cidade, ao lado da Prefeitura. A expectativa é de que, durante a semana, mais estabelecimentos façam adesão à campanha.

De acordo coordenador-geral da Defesa Civil aldeense, Marcus Dothavio, a adesão de mais supermercados poderá estimular e facilitar as doações, fortalecendo a campanha. “A sociedade aldeense está consciente das necessidades e solidária com as famílias. Agradeço muito a todos que ajudaram e aos supermercados parceiros. Essas doações vão chegar a quem realmente precisa”, falou Dothavio.

As doações foram em sua maioria de gêneros alimentícios como arroz, feijão, macarrão, farinha, açúcar, óleo de soja, fubá, pó de café, molho de tomate e leite em pó. Ao todo, foram feitas 33 cestas básicas de 8 quilos cada. A distribuição do material é de responsabilidade da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos.

De acordo com a Secretária de Assistência Social, Olívia Sá, todas famílias beneficiadas estão dentro do público atendido pela Secretaria. “São idosos, mães chefes de famílias, gestantes, dentre outras. Todos são cadastrados e tem olhar do profissional técnico do território, ou seja, do CRAS. São demandas que chegaram até nós, que são imediatamente avaliadas e atendidas”, informou Olívia.

Fechar Acessibilidade