CAPSi aldeense auxilia na rotina de crianças com TEA durante a quarentena

A epidemia do novo coronavírus alterou, de forma abrupta, a rotina tanto de adultos quanto de crianças. O mundo inteiro está aprendendo a adaptar suas necessidades ao distanciamento social imposto pelas medidas de prevenção ao Covid-19. Com as crianças autistas, o cenário não é diferente. No entanto, é necessário acalmar e organizar os pequenos que encontram conforto na previsibilidade de ações e podem sentir bastante essa quebra na rotina.

Neste 02 de abril, data na qual se comemora o Dia Mundial de Conscientização do Autismo, a Prefeitura de São Pedro da Aldeia destaca o trabalho que o Centro de Atenção Psicossocial Infanto-Juvenil (CAPSi) do município vem realizando para aliviar os efeitos da quarentena na rotina desses pequenos tão especiais.

“O que queremos é que essa criança tenha menos alteração em sua rotina, considerando que é difícil, porque elas estão afastadas da escola, dentro de casa o tempo todo, longe dos seus coleguinhas e convivendo diariamente com pessoas que não costumavam ficar juntas por muito tempo. Estamos enviando vídeos com brincadeiras, gravados pelos oficineiros, e orientações aos pais”, explicou a diretora do Programa Municipal de Saúde Mental, Rosemary Calazans Cypriano.

O confinamento pode promover bastante agitação, alterar o sono e a alimentação das crianças, perturbando a dinâmica familiar. Por isso, durante o período de quarentena, os familiares de usuários autistas do CAPSi estão recebendo dicas e vídeos pelo aplicativo de mensagens WhatsApp.

A família é instruída a trabalhar com objetos que podem ajudar no desenvolvimento da criança com o transtorno do espectro autista (TEA) e que, ao mesmo tempo, representam uma forma de diversão e distração. As atividades são promovidas pelos profissionais responsáveis pelas oficinas da unidade. Eles ensinam que, um simples balão, daqueles usados em comemorações de aniversário, por exemplo, oferece uma infinidade de brincadeiras que estimulam a coordenação motora, concentração, contato visual, atenção e o sopro, auxiliando na fala da criança.

DICAS DE ATIVIDADES

– Encha a bola para estimular a coordenação motora da criança e jogue o balão com ela, trabalhando também a atenção e o contato visual, já que é necessário fixar o olhar na bola e na pessoa com quem ela está jogando;

– Faça marcas no chão ou na parede e, com o balão cheio de água, estimule a criança a acertar o alvo até a bola estourar;

– Faça competições para ver quem enche o balão mais rápido. Isso trabalha o sopro da criança, o que é fundamental para auxiliar e estimular a fala;

– O mesmo balão pode ser usado para a confecção de bolas sensoriais, sendo preenchidas com arroz, feijão, farinha e outros.

Lembre-se que o objetivo é fazer dessas atividades um momento divertido sem que a criança perceba que está sendo estimulada à aprendizagem.

Pode ser difícil fazer com que as crianças entendam o porquê da rotina ter mudado tanto, principalmente os pequenos com TEA. Mas o momento é de adaptação e a prevenção ainda é a melhor aliada no combate ao coronavírus. Por isso, é muito importante ficar em casa e evitar aglomerações.

CONHEÇA O CAPSi ALDEENSE

O Centro de Atenção Psicossocial Infanto-Juvenil de São Pedro da Aldeia é uma das portas de entrada para a rede de Saúde Mental do município, além de receber encaminhamentos. Inaugurado em 2017, é pioneiro na Baixada Litorânea e realiza um trabalho voltado ao acolhimento de pacientes com transtornos mentais graves e persistentes, menores de 18 anos, de forma intensiva ou em situações de gravidade.

Fechar Acessibilidade