Categorias

Melhoria no sistema viário é debatida com Conselho Estadual de Trânsito

Em reunião, realizada na Prefeitura de São Pedro da Aldeia, foram propostas ações para a redução do número de acidentes e curso de atualização para agentes municipais de trânsito

A melhoria das estatísticas do trânsito, a adoção de estratégias para a redução do número de acidentes, a implantação do Boletim de Atendimento a Ocorrências de Trânsito pela Guarda Municipal e a realização de curso de atualização para os agentes municipais de trânsito foram alguns dos principais temas abordados na reunião desta quinta-feira (03) entre o prefeito Cláudio Chumbinho e representantes do Conselho Estadual de Trânsito (Cetran-RJ). O encontro contou com a presença do presidente do Cetran-RJ, Biracy Sá Valdez, do vice-presidente, Leonardo Pastana, e dos secretários municipais de Governo e de Segurança e Ordem Pública, Eronildes Bezerra e Jorge Ribeiro.

Ações discutidas têm como foco melhorar o trânsito e diminuir acidentes
Foto: Ryu Rodrigues

A visita teve como objetivo conhecer a realidade do município e entender as formas de atuação da Guarda Municipal na fiscalização, autuação, ordenamento e operacionalização do trânsito, as infrações mais típicas, o controle de lavraturas de auto de infração de trânsito e informações gerais sobre o sistema viário municipal, especialmente nas rodovias de acesso à cidade, a RJ-140 e a RJ-106.

“O investimento na melhoria do trânsito em São Pedro da Aldeia tem sido um grande compromisso da nossa gestão e essa articulação com os órgãos do Sistema de Trânsito no Estado é muito importante não só para compartilhar informações técnicas, mas principalmente trazer capacitação para os nossos agentes da Guarda Municipal”, destacou o prefeito Cláudio Chumbinho.

Cetran-RJ

O Conselho Estadual de Trânsito do Estado do Rio de Janeiro é o órgão máximo do trânsito no Estado e tem como principais atribuições acompanhar e coordenar as atividades de administração, educação, engenharia, fiscalização, policiamento ostensivo de trânsito, formação de condutores, registro e licenciamento de veículos, articulando os órgãos do Sistema do Estado, estimular e orientar a execução de campanhas educativas de trânsito, além de julgar os recursos contra as infrações de trânsito em última instância administrativa nas multas de responsabilidade dos municípios e do Estado.

Foto: Ryu Rodrigues

De acordo com o presidente do Cetran-RJ, Biracy Sá Valdez, as pessoas costumam atribuir ao Cetran somente a figura de grande juizado em referência aos quantitativos de processos administrativos que tramitam nas prefeituras e secretarias municipais de transporte. No entanto, segundo ele, o Conselho é muito mais do que isso, pois o órgão está alinhado ao Detran e seu regimental jurídico, o Denatran, que tem como meta a redução do número de acidentes de trânsito.

“A nossa função nesse momento é começar a ser mais operacional dentro da nossa proposta, dando apoio aos prefeitos. Para que possamos instruir a Guarda, é importante que a gente mantenha esse elo, conheça a realidade do município, quais são os seus pontos críticos, as maiores dificuldades e saber de que forma os impactos no trânsito podem ser minimizados”, ressaltou o presidente.

Cooperação

Entre as propostas discutidas estiveram, ainda, a criação de uma estatística periódica de vítimas de acidentes de trânsito e o suporte do Cetran na área de Engenharia de Tráfego em São Pedro da Aldeia. “A ideia é prepararmos um requerimento solicitando uma análise de engenharia ao Cetran para fazer uma vistoria em toda a área no âmbito do município, tanto nas rodovias estaduais quanto nas vias municipais, apontando a eficácia da sinalização instalada naquele trecho”, informou o secretário de Segurança e Ordem Pública, Jorge Ribeiro.

Foto: Ryu Rodrigues

“Estamos aqui para dar todo o suporte junto com os nossos conselheiros e a Polícia Rodoviária Federal para que não só o município de São Pedro da Aldeia, mas todos os municípios implantem as estatísticas de trânsito. Os números são importantes para sabermos onde evitar acidentes e qual ação de prevenção pode ser adotada para melhorar a vida na cidade”, complementou o vice-presidente Leonardo Pastana.

De acordo com o secretário de Governo, Eronildes Bezerra, a ideia é formular um projeto de ação piloto para servir de referência aos demais municípios da região. “É muito bom quando encontramos pessoas que querem somar e ajudar o nosso município, principalmente porque quando falamos em trânsito, estamos falando de vidas. Estamos à disposição para trabalhar em conjunto”, disse Eron. 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email
Fechar Acessibilidade