As obras de padronização dos abrigos de passageiros de São Pedro da Aldeia continuam a todo vapor. Atualmente, estão sendo construídos dois abrigos no bairro Praia Linda e um no Campo Redondo, na altura do Condomínio Cruzeiro. Além da nova estrutura, o ponto na orla do Centro, próximo ao viaduto, e o abrigo no bairro São João, às margens da Rodovia RJ-140, receberam ações de paisagismo. O serviço, executado por uma equipe da Secretaria de Meio Ambiente, Lagoa e Saneamento, envolveu o plantio de palmeiras jerivá e plantas ornamentais.

Foto: Renato Fulgoni

“São 68 pontos de ônibus novos que vão ser construídos na cidade. Vamos concluir todos que já foram iniciados e fazer um mapeamento daqueles locais que não têm ponto de ônibus para estar construindo. Nós licitamos essa obra há um bom tempo; infelizmente, esbarramos na burocracia e muitos não sabem. A empresa ganhadora, na primeira vez, começou a obra e não teve a capacidade de terminar; chamamos a segunda colocada, que também não deu andamento na obra. Agora, graças a Deus, estamos dando continuidade”, enfatizou o prefeito Cláudio Chumbinho.

Foto: Rafael Sousa

Serão construídos, ao todo, 68 abrigos na cidade, localizados em diversos bairros, desde Praia Linda a Botafogo, Vinhateiro e Porto do Carro, num perímetro em triângulo. Até o momento, foram concluídos três novos pontos de ônibus. Os abrigos antigos, que não estão de acordo com a padronização, serão retirados e reaproveitados.

Foto: Renato Fulgoni

A secretária de Urbanismo e Habitação, Liane Martins, falou sobre as construções. “A obra dos abrigos de passageiros é fruto de um convênio com o Governo Federal; o recurso vem através da Caixa Econômica Federal. Os abrigos são de madeira e contam com cobertura em telha de cerâmica, banco de concreto, vidro na lateral e piso tátil. Hoje, temos uma empresa que está executando o serviço com mais agilidade”, comentou.

Foto: Rafael Sousa

Os abrigos de passageiros de São Pedro da Aldeia terão 15m², entorno de vidro temperado transparente, piso cimentado impermeável, piso tátil em borracha para orientar os deficientes visuais, cobertura e assentos, além de serem afastados um metro da rodovia. As construções são resultado de um convênio entre a Prefeitura de São Pedro da Aldeia e o Ministério das Cidades, com interveniência da Caixa Econômica Federal. 

Comentários
Fechar Acessibilidade