Prefeitura aldeense promove formação continuada em Educação Escolar Quilombola

Categorias

Prefeitura aldeense promove formação continuada em Educação Escolar Quilombola

A Prefeitura de São Pedro da Aldeia está promovendo uma formação continuada em Educação Escolar Quilombola para a equipe pedagógica da Secretaria de Educação. O terceiro encontro aconteceu no Centro de Formação Continuada (CEFOR) e contou com a presença da diretora da E. M. Quilombola Dona Rosa Geralda da Silveira, Rafaela Muniz, do coordenador de História, Ricardo Andrade, da coordenadora de Avaliações Internas e Currículos, Carmensita Faria, além de coordenadores da SEMED e pesquisadores.

A coordenadora geral de Políticas Pedagógicas, Elizangela Rigueira, falou sobre a iniciativa. “É muito bom ver todos envolvidos nessa proposta, motivando os outros e a si mesmos. O conhecimento está sendo ampliado e o trabalho no dia a dia está sendo contínuo. Todo mundo quer esse crescimento da Escola Quilombola e estão envolvidos em prol dessa causa”, disse.

O encontro do mês de outubro teve como tema “Saberes e práticas quilombolas”. Convidada do encontro, a professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Kalyla Maroun, apresentou dados da pesquisa de doutorado sobre a comunidade quilombola de Bracuí, localizada no município de Angra dos Reis.

Na ocasião, foram destacados os elementos da comunidade da Caveira, no bairro Botafogo, que correspondem à cultura quilombola. Foi abordado, ainda, o currículo quilombola, que está sendo discutido e revisto pelas equipes das Coordenações de Educação Infantil, do Primeiro Segmento, de Currículos e de História, juntamente com os professores da unidade escolar.

O coordenador de História, Ricardo Andrade, falou sobre o momento. “Entre outras questões, percebemos que este processo de criação e, futuramente, de manutenção de um currículo com a especificidade da educação quilombola necessitará de constante reflexão sobre o documento elaborado e seus desdobramentos na prática pedagógica”, comentou o coordenador de História, Ricardo Andrade.

As formações têm como objetivo oferecer abordagens teóricas e práticas relativas a temáticas que permeiam o contexto cultural no qual estão inseridos os alunos da Escola M. Quilombola. O curso está estruturado conforme a Diretriz Curricular Nacional em Educação Escolar Quilombola (DCNEEQ).

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email
Fechar Acessibilidade