Prefeitura aldeense promove formação continuada em Educação Escolar Quilombola

A Prefeitura de São Pedro da Aldeia está promovendo uma formação continuada em Educação Escolar Quilombola para a equipe pedagógica da Secretaria de Educação. O terceiro encontro aconteceu no Centro de Formação Continuada (CEFOR) e contou com a presença da diretora da E. M. Quilombola Dona Rosa Geralda da Silveira, Rafaela Muniz, do coordenador de História, Ricardo Andrade, da coordenadora de Avaliações Internas e Currículos, Carmensita Faria, além de coordenadores da SEMED e pesquisadores.

A coordenadora geral de Políticas Pedagógicas, Elizangela Rigueira, falou sobre a iniciativa. “É muito bom ver todos envolvidos nessa proposta, motivando os outros e a si mesmos. O conhecimento está sendo ampliado e o trabalho no dia a dia está sendo contínuo. Todo mundo quer esse crescimento da Escola Quilombola e estão envolvidos em prol dessa causa”, disse.

O encontro do mês de outubro teve como tema “Saberes e práticas quilombolas”. Convidada do encontro, a professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Kalyla Maroun, apresentou dados da pesquisa de doutorado sobre a comunidade quilombola de Bracuí, localizada no município de Angra dos Reis.

Na ocasião, foram destacados os elementos da comunidade da Caveira, no bairro Botafogo, que correspondem à cultura quilombola. Foi abordado, ainda, o currículo quilombola, que está sendo discutido e revisto pelas equipes das Coordenações de Educação Infantil, do Primeiro Segmento, de Currículos e de História, juntamente com os professores da unidade escolar.

O coordenador de História, Ricardo Andrade, falou sobre o momento. “Entre outras questões, percebemos que este processo de criação e, futuramente, de manutenção de um currículo com a especificidade da educação quilombola necessitará de constante reflexão sobre o documento elaborado e seus desdobramentos na prática pedagógica”, comentou o coordenador de História, Ricardo Andrade.

As formações têm como objetivo oferecer abordagens teóricas e práticas relativas a temáticas que permeiam o contexto cultural no qual estão inseridos os alunos da Escola M. Quilombola. O curso está estruturado conforme a Diretriz Curricular Nacional em Educação Escolar Quilombola (DCNEEQ).

Comentários estão desabilitados

Fechar Acessibilidade