Prefeitura tenta empréstimo para realizar obras de pavimentação

Categorias

Prefeitura tenta empréstimo para realizar obras de pavimentação

Foto Jefferson Viana

Em abril de 2019, por meio do Ministério das Cidades, o Governo Federal liberou, para alguns municípios, um procedimento para crédito junto à Caixa Econômica Federal, específico para ações de pavimentação e saneamento básico. No Rio de Janeiro, apenas cinco cidades estavam dentro dos pré-requisitos solicitados, sendo eles estar fora do CAUC, um sistema que atesta a adimplência dos municípios, e ter risco A ou B na análise da Capacidade de Pagamento (CAPAG), comprovando que a cidade é capaz de assumir uma dívida e pagá-la. Segundo informações da CEF, apenas São Pedro da Aldeia, Niterói, Maricá, Tanguá e São Gonçalo estavam liberadas para fazer a análise desse crédito.

Por esse motivo, a Prefeitura de São Pedro da Aldeia encaminhou para a Câmara Municipal, em 14 de outubro, um projeto de lei que autoriza o Poder Público a obter crédito de até R$30 milhões junto à Caixa Econômica Federal para a realização, exclusiva, de obras de pavimentação. O recurso é vinculado ao Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa), lançado pela CEF em 2012. 

 O empréstimo será pago em 10 anos, com taxa ao ano de 6,17% e um ano de carência. A Prefeitura de São Pedro da Aldeia aguarda a aprovação da Câmara Municipal.

O secretário Eronildes explica que essa é uma maneira de aproveitar o recurso a ser liberado pela CEF e antecipar os serviços que a população tanto precisa. “Esse não é um dinheiro que vem para os cofres da Prefeitura, ele é específico para asfalto e saneamento básico; é um recurso muito parecido com um convênio. Estaremos antecipando um serviço que, durante 10 anos, com certeza não conseguiríamos fazer em função das arrecadações”, complementou.

O projeto técnico, que define quais ruas e bairros serão beneficiados por essa linha de crédito, está sendo elaborado pela Secretaria de Urbanismo e Habitação. Após análise e aprovação da Câmara Municipal, terá início a etapa de preenchimento de dados, como a lei autorizativa, parecer jurídico e técnico, entre outros, que serão inclusos no Sistema de Análise da Dívida Pública, Operações de Crédito e Garantias da União, Estados e Municípios (SADIPEM), de responsabilidade do Tesouro Nacional.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email
Fechar Acessibilidade