Programa Crescer Saudável realiza ações em escolas do Porto do Carro e Campo Redondo

O Programa Crescer Saudável, instituído pelo Ministério da Saúde e pactuado com o município de São Pedro da Aldeia, realizou nesta semana ações na Escola Municipal Antônio Rodrigues dos Santos e na Escola Municipalizada Manoel Moraes, respectivamente nos bairros Porto do Carro e Campo Redondo. Com objetivo de prevenir e identificar a obesidade infantil, o programa avalia crianças matriculadas na Educação Infantil e Ensino Fundamental I, nas escolas participantes do Programa Saúde na Escola (PSE).

“O Crescer Saudável é um programa vinculado ao Programa Saúde na Escola, estamos fazendo uma triagem, junto com a nutricionista, das crianças que apresentem grau de obesidade infantil. Esses menores serão acompanhados pelas Unidades de Saúde mais próximas; nas escolas também serão realizadas atividades físicas. Com essa triagem conseguimos antecipar um diagnóstico de crianças que possam desenvolver diabetes ou hipertensão. Vamos acompanhá-las para ajudar em um crescimento saudável”, explicou Luciana Bueno, coordenadora do Programa Saúde na Escola.

O Programa Crescer Saudável consiste em um conjunto de ações articuladas, a serem implementadas na Rede de Atenção à Saúde do SUS, para garantir o adequado acompanhamento do crescimento e desenvolvimento na infância, com objetivo de prevenir, controlar e tratar a obesidade infantil.

A nutricionista da Secretaria de Educação, Lívia Carvalho, falou sobre a iniciativa. “A Secretaria de Saúde, com apoio da Secretaria de Educação, está realizando um levantamento dos alunos obesos ou com risco potencial à obesidade. A intenção é garantir que estas crianças sejam prontamente encaminhadas e tenham um atendimento específico na rede de atenção básica, a fim de tratar a questão do excesso de peso. As nutricionistas da Secretaria de Educação estão acompanhando a avaliação antropométrica das crianças. A obesidade é um fator de risco elevado para diversas doenças crônicas como diabetes, hipertensão e dislipidemias, e deve ser tratada com atenção e cuidado desde cedo, por isso a importância deste projeto. As crianças atendidas passarão por um tratamento; eliminar o excesso de peso significa, para elas, evitar que venham a desenvolver futuramente estas comorbidades que causam grandes prejuízos à saúde, além de melhorar a qualidade de vida destes alunos”, salientou.

Entre as ações previstas estão avaliar o estado nutricional (peso e altura); ofertar atividades coletivas de promoção da alimentação adequada e saudável, de práticas corporais e de atividades físicas das crianças matriculadas na Educação Infantil e Ensino Fundamental I, nas escolas participantes do Programa Saúde na Escola (PSE), e encaminhar as crianças identificadas com obesidade para intervenção e cuidado na rede de atenção à saúde do município.

Fechar Acessibilidade