Programação especial marca sábado letivo nas unidades escolares aldeenses

O último sábado letivo (29) foi movimentado em algumas unidades escolares de São Pedro da Aldeia. As programações especiais envolveram alunos e responsáveis, além de funcionários das escolas. A coordenadora geral de Políticas Pedagógicas, Elizangela Rigueira, acompanhou de perto as atividades, junto de sua equipe de trabalho.

 Na Escola Municipalizada Retiro, localizada no bairro de mesmo nome, foi realizada a Festa da Primavera. Na ocasião, foi organizado um desfile com todas as turmas do 1º e 2º segmento. “A importância desse projeto é trazer a comunidade e fazer um dia diferente para que as crianças sintam prazer em estar dentro da escola, que é a segunda casa deles. Estamos maravilhados com o resultado das apresentações, pelo esforço de toda equipe envolvida. Meu sentimento é de gratidão por essas pessoas que trabalham com muito amor para que tudo dê certo”, ressaltou a diretora da unidade, Maria Helena Mello.

 Os coordenadores de Educação Preventiva e do Campo, Maria Regina Silveira e Ubirajara Ramos, respectivamente, foram jurados do desfile. A ex-aluna da unidade escolar, Lindynes Damaceno, que sempre participava dos desfiles nas Festas da Primavera, abriu a passarela e fez parte da composição da mesa de jurados. Os alunos Erick Lopes, do 3° ano, e Hellen Fonseca, do 4° ano, foram os Miss e Mister Primavera 2019. Ao final da programação, os estudantes ressaltaram a campanha “Setembro amarelo”, atuando com a “importância de um abraço”.

 Os estudantes da Escola Municipal Profª Carolina Nazareth Teixeira Pinheiro, no bairro Estação, participaram do “Show de Talentos”, com lindas apresentações culturais. Já na Escola M. Jardim Primavera, em bairro de mesmo nome, foi realizada a “Olimpíada de Matemática”, que contou com o mascote Pinóquio nas brincadeiras lúdicas sobre a disciplina. A coordenadora da Supervisão Pedagógica, Daiana Quintanilha, esteve presente durante a competição. Os estudantes da E. Mz. Paulo Roberto Marinho, em São Matheus, também fizeram atividades envolvendo os números, com a “Jornada da Matemática”.

 Já a Feira de Ciências da Escola M. Vinhateiro, em bairro de mesmo nome, foi destaque da programação com os alunos do 6º ao 9º ano. Os professores da disciplina conduziram toda a ação. Estiveram presentes a coordenadora de Ciência, Marciele Pereira, e a coordenadora de Língua Inglesa, Rose Mary Evangelista.

 Segundo o aluno do 9º ano, Italo Adriano Costa, cada Feiras de Ciências é marcante. “Todo ano participo, pois é muito bom compartilhar minhas experiências com outras pessoas e também ouvir o que as pessoas têm para compartilhar comigo”, disse.

 Os alunos da Escola Mz. Manoel Martins Teixeira, no bairro Sapiatiba, também participaram de uma Feira de Ciências. A iniciativa contou com a presença do coordenador de Supervisão Pedagógica, Jucelino Ramalho.

 “As Feiras de Ciências contribuem para inserir e despertar nos alunos o interesse pela disciplina, permitindo que ampliem seus conhecimentos sobre determinado assunto por meio da pesquisa”, disse a coordenadora de Ciência, Marciele Pereira.

Na Escola M. Profª Dulcinda Jotta Mendes, no bairro São João, foi feita a culminância do projeto “Dulcinda da gratidão”, uma espécie de feira social, onde os alunos levaram itens para doação e troca. Estiveram no sábado letivo da unidade, as coordenadoras de Ciência e Língua Inglesa, Marciele Pereira e Rose Mary Evangelista, respectivamente.

 Segundo a diretora adjunta da unidade, Maria Lucivânia, o objetivo do projeto foi fazer com que os alunos compartilhassem o que têm em casa e que não usam mais. “Eles levaram os itens, como roupas, sapatos e bolsas. Passamos para os estudantes a mensagem de ajudar o próximo”, disse.

 Na Escola M. Vidal de Negreiros, no Alecrim, foi feita a culminância do “Projeto Literário”, realizado com as turmas de primeiro segmento. A iniciativa teve como objetivo despertar o prazer pela leitura e, consequentemente, promover o desenvolvimento do vocabulário.

 “Com esse trabalho, possibilitamos aos nossos alunos o acesso a diversos textos. Sempre trabalhamos o projeto literário com o segundo segmento, com os menores foi a primeira vez e a experiência foi bem gratificante. Todos se envolveram bastante e os trabalhos ficaram maravilhosos”, afirmou a diretora da unidade, Letícia Custódio.

 A Escola M. de Educação Infantil Gracinéa Rodrigues de Souza, no bairro Praia Linda, abriu as portas para a culminância do projeto “Quem conta um conto aumenta um ponto”, com exposição dos trabalhos realizados e apresentação dos alunos. O projeto teve o objetivo de incentivar e despertar o prazer da leitura, de diversas formas promovendo a criatividade.

A Escola Municipalizada Lucinda Franciscone de Medeiros, no bairro Porto do Carro, foi realizada a culminância do projeto das áreas de História e Geografia “A representatividade feminina na contemporaneidade”, onde foram destacadas temáticas sobre a construção dos direitos civis das mulheres no Brasil, a violência contra a mulher e entrevistas com mulheres da comunidade e da escola sobre desigualdade de gênero. Estiveram presentes na ocasião, o coordenador de História, Ricardo Andrade, a coordenadora de Geografia Tathiane Bittencourt, a diretora geral da unidade, Fabiana Tófano, os professores de geografia, Leandro e Luciano, e a professora de História, Marília.

Foto: Divulgação | SEMED
Foto: Divulgação | SEMED

“Além de apresentações de poema autoral sobre a mulher e apresentações coreografadas de mulheres que são consideradas inspiradoras nos dias atuais, também foi realizado um debate. E o mais interessante foi perceber neste debate a forma como os alunos que expunham suas ideias, se utilizavam de argumentos que demonstrava o envolvimento e o significado que este projeto despertou neles. É este tipo de aprendizagem significativa que promove mudanças sociais necessárias, como as que envolvem as questões de gênero”, afirmou o coordenador de História, Ricardo Andrade.

Foto: Divulgação | SEMED
Foto: Divulgação | SEMED

As demais unidades escolares de São Pedro da Aldeia também realizaram seus projetos pedagógicos internos nesse último sábado letivo.

Comentários estão desabilitados

Fechar Acessibilidade