Atividade mostra na prática a coleta e análise da água da Lagoa de Araruama

Ação foi parte da Semana do Meio Ambiente e contou com a presença de alunos da Escola Estadual José Rascão

A Semana do Meio Ambiente continua a todo vapor em São Pedro da Aldeia. Nesta sexta-feira (03), os alunos do ensino médio da Escola Estadual José Rascão participaram de uma aula prática de coleta e análise da água da Lagoa de Araruama. Os técnicos da Secretaria Municipal de Meio Ambiente orientaram os estudantes durante todo o processo e explicaram a importância de entender como a laguna funciona e como preservá-la. A atividade foi realizada na Praia do Centro com os turnos da manhã e da tarde da unidade escolar.

O secretário de Meio Ambiente, Mario Flavio Moreira destacou que a secretaria está de portas abertas para os jovens do município. “Estamos planejando novas ações de conscientização em nossa cidade. Estamos com as portas abertas para ideias e projetos, principalmente dos jovens aldeenses, para garantirmos ainda mais sustentabilidade para a Lagoa e todos os biomas municipais. Incentivamos nossas crianças e adolescentes a serem agentes de transformação”, disse.

A engenheira ambiental Mariana Peretti explicou o uso dos kits e a importância dos relatórios de balneabilidade. “ Fazemos diversos testes de nitrato, oxigênio dissolvido, amônia, turbidez da água, entre outros componentes. Trouxemos um kit básico para os alunos poderem experimentar na prática como fazer a coleta e o cálculo de concentração dos itens avaliados. 

Os estudantes ficam bem interessados, porque é uma atividade diferente. É muito interessante, porque a gente olha a Lagoa e não sabe do que ela é composta, qual a função de cada substância e isso é um conhecimento a mais para incentivar na preservação”. 

Os alunos coletaram as amostras e aprenderam a aferir o oxigênio dissolvido, o quanto de 02 tem disponível na água para a sobrevivência da fauna marinha. Foram avaliados também substâncias que afetam o metabolismo dos seres vivos e que podem ser um indicador de poluição orgânica. O último item a ser avaliado foi a turbidez que impacta na transparência da água. O ideal é um equilíbrio, pois no caso de água turva demais, a luz não entra o bastante e os fitoplânctons não conseguem fazer a fotossíntese. Porém, se for clara demais, significa que não tem nutrientes suficientes. 

O biólogo, Flávio Gomes, destacou o papel do jovem na preservação ambiental. “Trazer os jovens para uma atividade dessas faz com que eles percebam melhor as características importantes da água. Isso ajuda a criar uma consciência dentro da frase já muito utilizada ‘conhecer para preservar’, que é simples, mas é uma verdade. Primeiro precisamos entender como as coisas funcionam para começar a proteger o ambiente. Assim, eles podem estender essa conscientização em casa, entre os amigos, e futuramente no trabalho”, apontou.

Os alunos foram acompanhados por Jomar Jotha, coordenador do projeto de Educação Ambiental e Sustentabilidade no Colégio Estadual José Rascão, localizado no bairro São José. “Eu trabalho conscientização ecológica com alunos por meio de projetos de jardinagem, paisagismo, entre outros. Nossa laguna viveu várias fases, tendo uma revigorada durante o período de isolamento social pela pandemia, então essa consciência é vital para a juventude. Essas ações fazem com que eles tenham mais uma noção de preservação e da importância da laguna, além da pesca e do esporte”, ressaltou. 

A jovem Raquel Cristina, de 18 anos, destacou a expectativa que estava para a aula prática. “Achei maneiro aprender como coletar a água e fazer a análise dela. Foi uma experiência muito boa mesmo, sem palavras. Estava ansiosa para vir fazer as atividades e estou adorando”, relatou. Rafael dos Santos Paes, de 19 anos, reforçou a relevância da atividade.  “Muito bom, estou conhecendo coisas novas, consegui pegar a amostra e agora estou vendo quais substâncias têm na água. Achei uma atividade muito importante, foi maravilhoso”, destacou.

Seu cadastro foi realizado

Mais informações serão enviadas para o e-mail que foi cadastrado 

Agradecemos por participar do Censo LGBTQIA+

As informações coletadas serão importantes para quantificar a demanda de atendimento por parte da Secretaria de Assistência Social para a população LGBTQIA+

Se você deseja fazer um agendamento para atendimento com a nossa coordenadoria LGBTQIA+ Clique Aqui