Educação premia alunos ganhadores do concurso cultural “Projeto Resgate à Infância”

Estudantes realizaram trabalhos de conscientização sobre a erradicação do trabalho infantil

Os alunos aldeense, ganhadores do concurso cultural “Projeto resgate à infância”, foram premiados nesta quarta-feira (18) em cerimônia no Centro de Formação Continuada da Secretaria de Educação. A iniciativa teve como objetivo abordar a erradicação da exploração de menores. Seis estudantes da rede municipal ganharam destaque nas produções de desenho, música ou poesia. Os temas trabalhados foram “trabalho infantil” e “atividade profissional”.

Abrindo as celebrações, a organizadora do evento e coordenadora de Educação Preventiva, Maria Regina Rosa, alertou sobre a banalização relacionada ao trabalho infantil e da necessidade de atenção por parte da sociedade na construção de novas realidades.

“Com essa iniciativa, a gente começa a entender que, na própria sociedade, é muito comum as pessoas falarem que é melhor a criança estar trabalhando do que estar na rua à toa, mas quando nos aprofundamos, temos a noção de que essas crianças que estão cedendo mão de obra, são aquelas que não têm o mínimo necessário para viver. O lugar da criança é na escola, onde ela pode se tornar um cidadão estruturado e ter uma perspectiva positiva para o futuro”, disse a coordenadora.

Imagem: Sarah Kerchner/PMSPA

Uma das apoiadoras do projeto, a subsecretária de Educação, Kátia Santana Moreno, expressou gratidão pelo empenho realizado entre as unidades escolares em propagarem a mensagem através do concurso. “Eu fico extremamente feliz com esse tipo de iniciativa, mas também me vem a reflexão de ter que alertar sobre essa causa, que antes era uma realidade distante da Região dos Lagos. Por isso, eu agradeço o incentivo dentro das escolas reforçando isso aos alunos, que estão atentos e que fazem essa conscientização chegar dentro de suas casas”, disse.

O destaque ficou para o aluno Dharlan Guilherme dos Santos. O estudante do 5º ano da E. M. Rubem Arruda Câmara, concorrerá a nível estadual com a canção “A vida de João”.

Imagem: Sarah Kerchner/PMSPA

Confira a lista com os demais vencedores:

Isadora Souza Santana (E. M. Profª Maria Celeste de Campos, 4º ano)
Larah Soares Ribeiro (E. M. Antônio Vaz da Silva, 4º ano)
Luiz Marcos Souza Damaceno (E. Mz. Retiro, 4º ano)
Giovanna de Oliveira Paixão (E. M. Rubem Arruda Câmara, 5º ano)
Kauany da Cunha e Silva (E. M. Profª Maria da Glória dos Santos Motta, 7º ano)

O secretário de Educação, professor Elias Valadão da Mota, agradeceu o empenho dos envolvidos e falou sobre a projeção de mais oportunidades aos alunos. “Estamos aderindo a tudo que vem para o bem dos nossos alunos. Em breve, estaremos com a oportunidade de promover eventos maiores e com a presença de todos, porque estamos empenhados a trazer essa alegria na rotina de estudos. Agradeço aos vencedores e aos pais, que não deixaram de articular os projetos com seus filhos. Esse incentivo é essencial para o futuro das nossas crianças”, pontuou.

Imagem: Sarah Kerchner/PMSPA

A iniciativa, promovida pelo Ministério Público do Trabalho e realizada pela Coordenação de Educação Preventiva, é uma das ações para celebrar o “Ano Internacional para a Eliminação do Trabalho Infantil”. O MPT tem reforçado a importância do combate a esse tipo de exploração. No Brasil, segundo o IBGE, cerca de 1,8 milhão de crianças e adolescentes com idades entre 5 e 17 anos estão em situação de trabalho infantil, e, desse total, 706 mil estão em ocupações consideradas como piores formas de trabalho.

Imagem: Sarah Kerchner/PMSPA

Agradecemos por participar do Censo LGBTQIA+

As informações coletadas serão importantes para quantificar a demanda de atendimento por parte da Secretaria de Assistência Social para a população LGBTQIA+

Se você deseja fazer um agendamento para atendimento com a nossa coordenadoria LGBTQIA+ Clique Aqui