Exposição sobre Aviação Naval termina nesta quarta-feira (31) em São Pedro da Aldeia

Mostra apresenta mais de 30 artefatos do acervo da Marinha do Brasil; entrada é gratuita

Os moradores e turistas que ainda não visitaram a exposição “São Pedro da Aldeia Morada da Aviação Naval” têm até esta quarta-feira (31), das 9h às 17h, para conferir de perto os mais de 30 artefatos do acervo da Marinha do Brasil que estão em exibição na Casa da Cultura Gabriel Joaquim dos Santos, no Centro. A mostra reúne equipamentos e aparelhos utilizados pelas organizações militares, além de réplicas em miniatura de aeronaves, armamento, capacetes, trajes, fotografias e paineis que contam a história dos 200 anos da Independência do Brasil, passando pela criação da Marinha Imperial até os 106 anos da Aviação Naval. A visitação é gratuita.

A iniciativa é uma realização do Comando da Força Aeronaval em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura e já recebeu a visita de dezenas de moradores e turistas. De Rio das Ostras, a cuidadora de idosos Rosângela Monteiro trouxe duas amigas do Rio de Janeiro para fazer um passeio pela região e conta que se surpreendeu com a atração. “Adoramos a exposição. Foi muito interessante ver as réplicas de aeronaves antigas, os trajes e os armamentos. O meu marido chegou a servir ao Exército no Rio de Janeiro e até hoje ele se arrepende de não ter dado continuidade à carreira militar. É uma função extremamente honrosa e acho muito importante que as pessoas conheçam a história da Marinha e da Aviação”, disse Rosângela.

Entre os objetos em destaque na mostra estão uma antena do radar da aeronave UH-15, que realiza varreduras a grandes distâncias e um motor turboeixo, movido à querosene de aviação, empregado em helicópteros. A exposição também apresenta uma variedade de maquetes de aeronaves utilizadas pelos militares, que remontam à década de 30, além de contar com uma sessão especial dedicada ao Centro de Instrução e Adestramento Aeronaval (CIAAN) e ao Grupo de Busca e Salvamento (GSAR) em mar e terra.

História da BAeNSPA

A história da chegada da Base Aérea Naval a São Pedro da Aldeia, na década de 60, também ganhou destaque especial na exposição. Única do seu tipo no país, a BAeNSPA, sede da Força Aeronaval, abriga mais de três mil militares, que há mais de 50 anos contribuem para o crescimento e desenvolvimento da economia local. “Valorizar a história da Base Aérea Naval é também enaltecer a nossa formação cultural e as nossas raízes históricas. Há muitos anos a Força Aeronaval faz parte da rotina dos aldeenses e essa exposição tem sido uma excelente oportunidade para aproximar a Marinha, na figura da Aviação Naval, da nossa população”, destacou o secretário de Cultura, Thiago Marques.

Veterano da Aviação Naval, José Carlos Lira, de 82 anos, foi um dos primeiros militares a integrar o corpo de suboficiais da Aviônica (VN) nos primeiros anos de instalação da BAeNSPA, em 1965. Em visita à exposição na Casa da Cultura, o militar reformado lembrou com orgulho do período em que serviu e do aprendizado que obteve nas operações de inspeção, reparo e manutenção de sistemas elétricos e eletrônicos das aeronaves e equipamentos que serviam de apoio à Aviação. “Servi até 1986 na Base Aérea Naval e me emociono em ver o quanto a Aviação Naval evoluiu de lá para cá. Hoje, a Marinha conta com helicópteros super modernos, que eu não tive a oportunidade de conhecer, mas trabalhei em muitas aeronaves de modelos anteriores que já tinham desempenho muito bom. Estudávamos a parte elétrica e eletrônica dos helicópteros de ponta a ponta e tínhamos que operar em porta-aviões, o que não era nada fácil. Muitas pessoas desconhecem esse trabalho e a importância da chegada da Marinha na cidade. Eu pude ver de perto como a Base Aérea Naval trouxe desenvolvimento para São Pedro da Aldeia e proporcionou a geração para os jovens, através de concurso”, relatou.

Veterano da Aviação Naval, José Carlos Lira aproveitou a exposição para relembrar do período em que serviu na BAeNSPA, entre 1965 e 1986
Foto:
Raíra Morena/Divulgação PMSPA

A Casa da Cultura fica localizada na Avenida Francisco Coelho Pereira, nº 255 – Centro.

Seu cadastro foi realizado

Mais informações serão enviadas para o e-mail que foi cadastrado 

Agradecemos por participar do Censo LGBTQIA+

As informações coletadas serão importantes para quantificar a demanda de atendimento por parte da Secretaria de Assistência Social para a população LGBTQIA+

Se você deseja fazer um agendamento para atendimento com a nossa coordenadoria LGBTQIA+ Clique Aqui