Feira Literária é aberta em São Pedro da Aldeia

Visitação à exposição de livros pode ser feita até 31 de outubro na Casa da Cultura

Até o dia 31 de outubro, os amantes da literatura podem aproveitar uma programação especial na Casa da Cultura Gabriel Joaquim dos Santos com a inauguração da 2ª Feira Literária de São Pedro da Aldeia, a FLISPA. Mais de 50 livros de gêneros diversos estão em exibição e à venda no local, dentre romances, contos, crônicas, poesias, biografias e histórias infantis. A visitação gratuita fica aberta de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. A feira é uma realização da empresa Notícias de São Pedro da Aldeia Gráfica e Editora e conta com o apoio da Secretaria Municipal de Cultura.

O evento de inauguração, na última semana, contou com diversas atividades culturais e literárias para os primeiros visitantes. A programação teve a presença dos autores participantes, aldeenses e de outras cidades da Região dos Lagos, contação de história, recitação de poesias e apresentações de dança com a participação das pequenas bailarinas do Centro Cultural Passos-Ballet, fundado há 13 anos no bairro São João.

O secretário municipal de Cultura, Thiago Marques, acompanhou toda a programação. “A repercussão da FLISPA no ano passado foi muito bacana, todos os escritores participaram de forma muito presente e este ano ficamos muito felizes em ver, novamente, a Casa cheia. É um prazer muito grande receber esse evento na Casa da Cultura e poder conhecer de perto o trabalho dos autores. Agradeço ao Renato Fulgoni, idealizador desse projeto, a todos os escritores presentes e a equipe da Secretaria de Cultura que se empenharam em conjunto na montagem dessa linda exposição”, disse.

Alinhado com o tema da FLISPA deste ano, “Natureza Literária”, a ambientação da mostra ganhou uma árvore de livros, exposição de placas da Academia de Letras de São Pedro da Aldeia (ALSPA) e estandes temáticos da Academia de Letras e Artes de Cabo Frio (ALACAF) e da Academia de Artes, Ciências e Letras de Iguaba Grande (AACLIG). Além dos expositores literários, a ornamentação do espaço conta com uma exposição de quadros do artista plástico e escritor aldeense, Paulo Jorge dos Santos.

Idealizador da FLISPA, o escritor Renato Fulgoni, falou sobre o projeto. “É uma emoção muito grande promover, pelo segundo ano, a FLISPA. A literatura é tudo na minha vida e nós, escritores, sabemos o quanto é desafiador levar essa arte adiante. O meu desejo é que, assim como essa árvore de livros, nós também possamos fazer brotar em cada visitante o gosto pela leitura”, destacou Fulgoni, que também aproveitou a programação para lançar o seu mais novo livro infantil, “Tom e Suas Aventuras”.

O idealizador da FLISPA, Renato Fulgoni, falou sobre o projeto
Foto: Raíra Morena/Divulgação PMSPA

A cerimônia de abertura também foi marcada pelo lançamento da antologia poética “A Aldeia de Pedro – Mais de Quatro Séculos em Versos, Fotos e Contos”, que reúne fotografias e obras textuais de dezenas de autores de São Pedro da Aldeia e da Região dos Lagos, alusivas às histórias, lendas, contos e personagens da cultura aldeense.

Representando os 26 escritores que compõem a feira este ano, a escritora Andrea Rezende reforçou a importância do trabalho de divulgação em prol do segmento. “É sempre uma honra a gente participar de um evento literário. É um trabalho que precisa ser divulgado o tempo todo, porque literatura se faz de leitores. O segmento cultural literário precisa muito desse fortalecimento e dessa união entre os escritores. Só temos a agradecer pela oportunidade”, disse.

Representando os escritores participantes, a autora Andrea Rezende reforçou a importância do trabalho de divulgação em prol do segmento
Foto: Raíra Morena/Divulgação PMSPA

Um dos destaques da exposição deste ano é o estande do autor Luiz Fernando Liveira, morador de São Pedro da Aldeia desde 2014, que dedicou parte de sua vida acadêmica a pesquisas acerca do Transtorno do Espectro Autista (TEA). “No meu livro eu proponho o turismo como ferramenta inclusiva para os portadores de autismo e trago também minhas experiências empíricas convivendo com a minha filha, diagnosticada com transtorno autista nível 2, ao longo de 13 anos. Meu objetivo é ajudar outras famílias que também precisam lidar com o diagnóstico de um filho, sob o viés da acessibilidade”, contou.

Dentre os autores expositores que compõem a FLISPA estão ainda Soares Barbosa, Luciana Mendonça, Jaquelin Brum, Rosana Silva, Nathalia Laryssa do Amaral, Rosana Andreia, Andrea Rezende, Marcio Silveira e Bia Fernandes. Também participaram da programação de abertura as escritoras Priscilla Castro, Eloise Gomes e Sophia Borges. O presidente da ALSPA, Rogério Veiga, também marcou presença.

A Casa da Cultura Gabriel Joaquim dos Santos fica localizada na Avenida Francisco Coelho Pereira, nº 255, no Centro da cidade.

Seu cadastro foi realizado

Mais informações serão enviadas para o e-mail que foi cadastrado 

Agradecemos por participar do Censo LGBTQIA+

As informações coletadas serão importantes para quantificar a demanda de atendimento por parte da Secretaria de Assistência Social para a população LGBTQIA+

Se você deseja fazer um agendamento para atendimento com a nossa coordenadoria LGBTQIA+ Clique Aqui