A Prefeitura de São Pedro da Aldeia, por meio da Secretaria de Agricultura, Abastecimento, Trabalho e Renda, em parceria com os comerciantes locais, deu início às obras de revitalização no Mercado Municipal de Peixe. O local está passando por instalação de piso, pintura da fachada, demarcação de vagas de estacionamento e implantação de revestimento com forro de PVC. Além das melhorias e da padronização em todo o setor de peixaria, os boxes de hortifrutigranjeiro também ganharam uma área para exposição de produtos. A iniciativa tem como objetivo melhorar as condições de acesso e segurança aos clientes e comerciantes concessionários, além de adequar o espaço às normas técnicas de Vigilância Sanitária.

De acordo com o secretário de Agricultura, Abastecimento, Trabalho e Renda, Dimas Tadeu, as novas medidas implantadas contribuem para a melhoria dos atendimentos no local. “Todas as reformas e adaptações que temos feito no mercado têm sido no sentido de oferecer maior conforto, segurança e mobilidade para atender bem ao usuário, tanto aqueles que são permissionários como o cliente do dia a dia. Procuramos realizar as intervenções em um mês de menor fluxo de vendas e em dias de menor movimento para não atrapalhar o funcionamento do mercado. Atendendo também às exigências da Saúde Pública, foi instalado um revestimento lavável de PVC em toda a área de processamento de alimentos. É fundamental estarmos dialogando com os comerciantes e tê-los como parceiros no trabalho”, ressaltou o secretário, que esteve no local acompanhando o andamento das obras.

Além da colocação de cerca de 180 metros quadrados de pisos em porcelanato antiderrapante nos corredores e nos ambientes de acesso comum, a área de estacionamento e parada de veículos ganhou nova pintura, com reforço na demarcação de vagas e da sinalização gráfica horizontal. O trabalho foi executado por uma equipe da Secretaria de Segurança e Ordem Pública visando oferecer maior ordenamento de trânsito no local. O projeto de revitalização abrangeu ainda a reforma de caixas de esgoto e a padronização dos boxes por meio da implantação de revestimentos em forro de PVC, material impermeável e reciclável, garantindo maior durabilidade, segurança, resistência e melhor acabamento, além de facilitar a limpeza e proporcionar o isolamento térmico e acústico dos ambientes. A próxima etapa de obra inclui ainda a pintura de toda a fachada do estabelecimento.

Dono da peixaria da família e um dos comerciantes concessionários do Mercado Municipal de Peixe há 14 anos, Isaías Meireles falou sobre o investimento realizado em parceria com a Prefeitura. “A ideia foi nos unirmos, cada um de nós fez a sua parte, com o reconhecimento e a aprovação do secretário Dimas. O mercado melhorou muito, eu creio que agora os clientes, principalmente as pessoas de mais idade, vão se sentir mais seguros e confortáveis. Nós temos clientes de toda a região, Búzios, Cabo Frio, Rio das Ostras, e os nossos fregueses mereciam essas melhorias. Para mim, foi um investimento prazeroso, que trouxe benefício para todos”, afirmou.

Inaugurado em 2004, o Mercado Municipal de Peixe conta atualmente com 20 boxes, sendo 11 voltados à comercialização de pescado e frutos do mar, além de bancas de hortifrutigranjeiro com produtos oriundos da agricultura familiar local, ervas, especiarias e condimentos, e um quiosque central de petiscos e pratos variados à base de peixe fresco, servidos na hora. Para garantir o controle e a prevenção de pragas e garantir maior proteção no atendimento ao público e ao quadro funcional, o estabelecimento também recebe, de forma semestral, procedimentos de desratização e desinsetização. Em parceria com a Coordenação da Coleta de Resíduos Sólidos Domiciliares, também foi implantado um sistema de coleta de resíduos duas vezes ao dia, evitando acúmulo e surgimento de odores.

Morador do Centro da cidade, o técnico em informática Ricardo Pereira é consumidor assíduo do Mercado Municipal de Peixe. “É um super diferencial a cidade ter um mercado como esse, que é bastante ativo e atende bem a população. Venho aqui sempre que eu posso, buscando aquilo que para mim é o mais precioso: o fígado de peixe, rico em vitamina A, bom para os olhos e para a pele. Sou um apreciador do produto e aqui no mercado existe uma riqueza e uma variedade muito grande de peixes, e isso é muito bom. A Prefeitura investir nesse espaço é uma ótima iniciativa e só vai favorecer o cidadão, porque isso incentiva os profissionais do ramo a trabalhar com mais empenho e se dedicarem ainda mais ao consumidor final”, disse.

De acordo com dados da Fundação Instituto de Pesca do Estado do Rio de Janeiro (Fiperj) e do departamento municipal de pesca da Sagat, 620 toneladas de produtos são comercializadas por ano no Mercado Municipal de Peixe, sendo 580 somente de pescado. “É um mercado de referência. Nos últimos 10 anos, houve um aumento vertiginoso na quantidade de produtos comercializados. O pico é justamente no período de verão, predominantemente com pescados da lagoa, como camarão, tainha, carapeba, perumbeba e outras espécies, sendo que agora mais do que nunca nós estamos buscando o pescado de fora, porque estamos vivendo o momento de Defeso”, destacou Dimas.

O Mercado Municipal de Peixe fica situado na Rua Doze de Outubro, número 12, no bairro Estação, e funciona de segunda a sábado, das 6h às 18h e, aos domingos e feriados, das 6h às 14h.

]]>

Deixe um comentário

Fechar Acessibilidade