Mostra de artes “Expressão em Cores” é aberta em São Pedro da Aldeia

Coleção de pinturas enaltece o patrimônio cultural da cidade e está em cartaz na Casa da Cultura

Está aberta, em São Pedro da Aldeia, a exposição coletiva de artes “Expressão em Cores”, assinada por artistas do atelier do artista plástico aldeense, Carlos Diangelo. A mostra, promovida pela Secretaria de Cultura, apresenta uma coleção de pinturas que enaltecem o patrimônio cultural da cidade e ficará em cartaz na Casa da Cultura Gabriel Joaquim dos Santos até o final do mês de maio. A visitação é gratuita, de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.

Ao todo, 36 obras de arte – a maioria em pintura a óleo – compõem a exposição, reunindo olhares de 21 artistas aprendizes do atelier Diângelo. As telas retratam monumentos históricos, pontos turísticos e as belezas naturais de São Pedro da Aldeia e região. A mostra também apresenta ao público releituras de quadros célebres, como Mona Lisa, de Leonardo da Vinci, e Garden At Sainte Adresse, de Claude Monet, além de desenhos em grafite e aquarela sobre papel.

Durante a noite de abertura do evento, os autores foram homenageados com a entrega de certificados na presença do prefeito Fábio do Pastel. “Quero parabenizar a todos os artistas envolvidos e à equipe da Secretaria de Cultura pelo trabalho que tem sido feito pela valorização da arte. É muito bom ver tantos talentos e tantas obras que eternizam as riquezas da nossa cidade”, destacou o prefeito.

Os quadros levam os visitantes a uma breve viagem pelos cantos e encantos de São Pedro da Aldeia ao retratar elementos que integram o patrimônio material e imaterial do município, como a Igreja dos Jesuítas, construída no século XVIII, as salinas, a antiga estrada de ferro, as praias, as embarcações pesqueiras, a orla do Centro e o pôr do sol – um dos mais famosos da Região dos Lagos.

Também presente no evento de inauguração da mostra, o secretário municipal de Cultura, Thiago Marques, comemorou o envolvimento dos artistas na retomada das atividades presenciais na Casa da Cultura. “Para nós, esse é um momento muito especial e de muita alegria, principalmente depois do período de pandemia onde tivemos que manter a Casa fechada para exposições. Essa é a primeira abertura que estamos tendo a felicidade de poder promover com a presença de artistas não só de São Pedro da Aldeia, mas também de cidades como Rio Bonito, Araruama e Iguaba Grande. Só temos que agradecer e parabenizar a cada um por esses trabalhos lindíssimos”, ressaltou.

Foto: Raíra Morena

Um dos anfitriões da noite de abertura, o artista plástico Carlos Diangelo aproveitou a oportunidade para agradecer o apoio da prefeitura e dos alunos de seu atelier, que já existe há 19 anos na cidade. “Fiquei muito feliz com a presença do prefeito Fábio do Pastel, que fez questão de nos prestigiar, e agradeço muito à Secretaria de Cultura por ter aberto as portas para que pudéssemos estar juntos, celebrando a nossa arte e o nosso reencontro. Passamos por momentos muito árduos na pandemia e durante o isolamento social a arte teve um papel fundamental nas nossas vidas, nos devolvendo o sorriso, abrindo horizontes e alimentando a nossa alma. Agradeço também aos meus alunos, que são o meu sustento e minhas grandes fontes de inspiração, que tornaram possível a concretização desse projeto”, disse.

Incentivo à arte

Uma das alunas mais antigas de Diangelo, a artista Elisete de Carvalho, que assina a obra “Pôr do Sol (Praia do Sudoeste)”, foi uma das homenageadas na vernissage. “É uma emoção imensa poder vivenciar isso tudo, principalmente na idade em que estou, aos 80 anos. Para mim, significa a coroação de uma carreira. Sou muito grata por estar aqui e por celebrar São Pedro da Aldeia, essa cidade que eu amo, que me inspira e que escolhi para viver há mais de 20 anos”, afirmou.

A artista plástica Elisete de Carvalho foi uma das alunas homenageadas na cerimônia de abertura
Foto:
Raíra Morena

A médica Gabriela Monteiro e o empresário Antônio Augusto Tostes são pais da pequena Júlia Sardela, de 7 anos, artista mais jovem da mostra. Eles fizeram questão de comparecer à Casa da Cultura para prestigiar a estreia da filha como expositora e homenageada. “Estamos muito orgulhosos em ver os quadros da Júlia nessa exposição. O talento dela tem nos surpreendido a cada dia e é muito bom ver que São Pedro da Aldeia incentiva e dá visibilidade à arte. Eventos como esse mostram o quanto a nossa cidade tem artistas talentosos, que merecem ser valorizados”, destacou Gabriela.

A pequena Júlia Sardela, de 7 anos, é autora dos quadros “Outuno” e “Árvore Colorida”
Foto: Raíra Morena

A Casa da Cultura fica localizada na Avenida Francisco Coelho Pereira, nº 255, no Centro.

Seu cadastro foi realizado

Mais informações serão enviadas para o e-mail que foi cadastrado 

Agradecemos por participar do Censo LGBTQIA+

As informações coletadas serão importantes para quantificar a demanda de atendimento por parte da Secretaria de Assistência Social para a população LGBTQIA+

Se você deseja fazer um agendamento para atendimento com a nossa coordenadoria LGBTQIA+ Clique Aqui