Operação na Lagoa de Araruama apreende rede e pescado em período de defeso

Proibição da pesca teve início em 1º de agosto e vai até o dia 31 de outubro
Participam das ações a Guarda Ambiental de São Pedro da Aldeia, Iguaba Grande e Araruama, além das 7ª e 8ª Unidades de Polícia Ambiental (UPAm). Foto: Divulgação/PMSPA

Operações conjuntas de fiscalização estão sendo realizadas na Lagoa de Araruama com o objetivo de verificar o cumprimento do período de defeso, em que a pesca fica proibida em toda a extensão da laguna. Uma rede irregular e cerca de 35 kgs de camarão foram apreendidos, na primeira semana do mês, na localidade conhecida como Amendoeira, no bairro Baixo Grande. 

A rede apreendida possuía aproximadamente 70 metros de comprimento e 10mm de espessura, milimetragem de uso proibido mesmo fora do período de defeso. O pescado foi doado a instituições sociais dos municípios de São Pedro da Aldeia e Araruama após registro de ocorrência na 125ª Delegacia de Polícia. A cada operação realizada, os municípios que coordenam a ação ficam responsáveis pela doação às entidades assistenciais das respectivas cidades.

Foto: Divulgação/PMSPA

Participam das ações as Guardas Ambientais de São Pedro da Aldeia, Iguaba Grande, Araruama, Cabo Frio e Arraial do Cabo, além das 7ª e 8ª Unidades de Polícia Ambiental (UPAm) da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro.

O Defeso da Lagoa de Araruama, previsto em Lei Federal (No 10.779), teve início em 1º de agosto e vai até o dia 31 de outubro. Fica proibida a pesca de qualquer modalidade. Quem for flagrado infringindo a proibição pode ser penalizado com multa, apreensão de equipamento e pescado. 

Agradecemos por participar do Censo LGBTQIA+

As informações coletadas serão importantes para quantificar a demanda de atendimento por parte da Secretaria de Assistência Social para a população LGBTQIA+

Se você deseja fazer um agendamento para atendimento com a nossa coordenadoria LGBTQIA+ Clique Aqui