O professor da Universidade Federal Fluminense, Sávio Bruno, especialista em animais vertebrados, visitou São Pedro da Aldeia nesta segunda-feira (03). O pedido foi feito pela Secretaria de Saneamento, Lagoa Pesca e Saneamento, que procura esclarecer o motivo das últimas mortes de pássaros na Praça Plínio Tavares (do Canhão).

Sávio Bruno percorreu as proximidades da praça para fazer uma análise técnica do local. Em seguida, fez a medição e o registro fotográfico de alguns animais mortos.
Cauteloso , o professor informou que só vai emitir um parecer após verificar o resultado dos exames da Fundação Oswaldo Cruz, para onde a Secretaria de Saúde enviou exemplares de pássaros mortos. 
“Existem várias possibilidades e eu não vou emitir nenhum parecer antes de analisar o resultados dos exames que a Prefeitura já solicitou. Essas andorinhas costumam ser sazonais e escolheram esse local para dormitório, mas as causas das mortes podem ser diversas. Vamos continuar monitorando,” afirmou.
De acordo com o secretário de Ambiente, Luciano Pinto, o envio dos exemplares de pássaros mortos à Fiocruz foi feito no dia 29 de maio e o resultado deve ser divulgado 20 dias úteis após essa data.
“Trata-se de um caso que mobilizou moradores e ambientalistas e nos deixou intrigados. Estamos aguardando ansiosos o resultado desses exames para adotar as providências possíveis”, disse.

Deixe um comentário

Fechar Acessibilidade