A Prefeitura de São Pedro da Aldeia, através da Secretaria de Ambiente, Lagoa e Pesca e da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, reuniu-se com os pescadores do Baixo Grande, que tiveram problemas com um incêndio ocorrido na tarde de terça feira (16).

 

Os pescadores que tinham rancho no local foram cadastrados pela Diretoria de Pesca, que está providenciando abertura de crédito do Pronaf para aquisição de novo material O secretário de Governo, Desenvolvimento Econômico Segurança Pública, Edmilson Bittencourt, fez pessoalmente os contatos  com a direção do Banco do Brasil

 

A empresa que construirá os ranchos o fará através de compensação ambiental, sem custos para a municipalidade. Foi criada uma comissão de quatro pescadores que acompanharão todo o processo e funcionará como elo entre o poder público e os pescadores. O local, próximo aos antigos ranchos, está sendo estudado pela Prefeitura.

 

A Secretaria de Assistência Social, através do CRAS do Bairro São João, cadastrou famílias que moravam no local e as inscreverá em programas  sociais, de acordo com a necessidade.

 

Outra ação emergencial promovida pelo governo aldeense foi a remoção dos entulhos do incêndio, limpando o terreno próximo à lagoa.

 

De acordo com a secretária do Ambiente, Adriana Saad, a situação dos pescadores do Baixo Grande é prioridade para a Prefeitura.

 

“Vamos fazer o possível e o impossível para reduzir ao máximo os danos às famílias vítimas desse incêndio. Queremos que todos estejam de volta à ativa assim que terminar o defeso das espécies da lagoa em 31 de outubro” afirmou.

 

]]>

Deixe um comentário

Fechar Acessibilidade