programa “Rio Rural”, do Governo do Rio de Janeiro, contemplou mais agricultores de São Pedro da Aldeia, desta vez em projetos coletivos e individuais, totalizando R$ 240 mil. Os projetos contemplados foram o de Cultivo da Aroeira, que recebeu R$ 120 mil e o da Casa de Farinha, que recebeu R$ 30 mil. Mais seis agricultores, com projetos individuais receberam R$ 7 mil cada. .A verba é oriunda do Banco Mundial e necessita apenas de prestação de contas, não gerando dívidas para os produtores rurais. A Prefeitura de São Pedro da Aldeia, por meio da Secretaria de Agricultura, Abastecimento, Trabalho e Renda, dá assessoria a todos os agricultores contemplados pelo programa.


 

O secretário de Agricultura, Abastecimento, Trabalho e Renda, Dimas Tadeu, deu as boas-vindas aos agricultores, falando sobre a importância do trabalho em conjunto entre os diversos órgãos ligados à agricultura.


 

“ Sem essas parcerias, como o Ministério da Agricultura, Emater, Secretaria de Estado de Agricultura, Senar, Inea e outros, nada disso seria possível. A equipe da secretaria está à disposição de todos para esclarecer dúvidas e mais o que estiver ao nosso alcance “ afirmou.


 

O secretário de Governo, Eronildes Bezerra falou sobre a importância da agricultura para a economia do planeta e afirmou que o governo municipal está ao lado do agricultor.


 

“ Quem sustenta o planeta são vocês , que merecem todo o apoio e incentivo dos governos municipal, estadual e federal” disse o secretário.


 

O programa Rio Rural tem como objetivo buscar alternativas sustentáveis de desenvolvimento, tendo como referência de planejamento e de intervenção as microbacias hidrográficas, investindo na recuperação da qualidade da água, conservação do solo, recomposição da cobertura vegetal, infraestrutura e saneamento rural, entre outros. O programa conta com recursos do BIRD – GEF e Governo do Estado, e a parceria de entidades ambientais.

]]>

Deixe um comentário

Fechar Acessibilidade
%d blogueiros gostam disto: