Saúde Aldeense alerta a respeito dos cuidados para se evitar a meningite

Ações da Vigilância em Saúde visam esclarecer as formas de contágio

Em virtude do cenário atual, por conta de algumas notificações de casos suspeitos de meningite no Estado do Rio de Janeiro, inclusive em nosso município, a Secretaria de Saúde está seguindo todos os protocolos do Ministério da Saúde. Algumas ações de bloqueio para evitar a propagação de mais casos na região estão sendo realizadas nas unidades de saúde, nas escolas e bairros, com orientações aos pais, alunos e professores, além de atualizações nas cadernetas vacinais, e se necessário, afastamento dos contactantes diretos, dentre outras ações.

A meningite é caracterizada por um processo inflamatório das meninges, membranas que revestem o encéfalo e a medula espinhal. É causada, principalmente, a partir da infecção por vírus ou bactérias; no entanto, outros agentes etiológicos também podem causar meningite, como fungos e parasitos.

O quadro clínico, em geral, caracteriza-se por febre, cefaleia, náusea, vômito, rigidez de nuca, prostração e confusão mental. Com o aparecimento de qualquer sintoma, é necessário que a pessoa procure o Pronto Socorro Municipal ou a Unidade de Pronto Atendimento – UPA, caso seja criança.

As respostas sanitárias variam para cada situação e dependem da identificação, ou não, de vínculo epidemiológico entre os casos, das faixas etárias acometidas e da distribuição geográfica. A doença é transmitida por meio da fala, tosse, espirros e beijos. Não há necessidade de fechar escolas, pois o meningocócico não sobrevive no ar ou objetos por muito tempo. A limpeza e higiene tanto de locais públicos quanto de residências devem ser habituais.

A Vigilância em Saúde reforça a importância da vacinação como medida preventiva contra várias doenças. Com a imunização estima-se que mais de 5 milhões de vidas são salvas a cada ano em todo o país.

Agradecemos por participar do Censo LGBTQIA+

As informações coletadas serão importantes para quantificar a demanda de atendimento por parte da Secretaria de Assistência Social para a população LGBTQIA+

Se você deseja fazer um agendamento para atendimento com a nossa coordenadoria LGBTQIA+ Clique Aqui